Todos os posts em: Bento Gonçalves

Caminhos de Pedra: a degustação harmonizada da Vinícola Lovara

Em minha última visita à Bento Gonçalves eu quis fazer um roteiro pela região dos Caminhos de Pedra. Uma das principais vinícolas dessa localidade é a recém-modernizada Lovara. Entre outras experiências, a Lovara oferece uma degustação de bruschettas harmonizada com vinhos e espumantes da casa. Abaixo, conto pra vocês como foi participar dessa deliciosa atividade! A Vinícola Lovara A Lovara é uma vinícola familiar e também uma vinícola de amigos. Ela foi criada pelos imigrantes italianos Giuseppe Benedetti e Angelo Tecchio, que eram vizinhos de terras em Bento Gonçalves, em 1878. Juntos, iniciaram a produção de uvas para consumo interno em suas propriedades. Com o aumento da produção, fundaram juntos a Vinícola Lovara, no ano de 1967. Em 1991, com a tradição da vitivinicultura herdada de seus pais, Henrique Benedetti e Arcângelo Gabriel Tecchio passaram a elaborar somente vinhos finos. A Lovara está aberta para visitação desde 2009, e conta com diversas atividades enogastronômicas, como o Fondue Harmonizado, o Canerdeli da Nona, o Brinde das Estrelas (durante o período da Vindima) e a degustação harmonizada …

Locanda di Lucca: sustentável, criativo e apaixonante

Às vezes vivo experiências bacanas, e quero logo contar aqui pra vocês. Outras vezes fico com posts no rascunho por bastante tempo e chega um momento que eu preciso liberar logo pra não ficar muito datado. Existe, ainda, uma terceira opção: quando eu não me sinto pronta, quando eu espero que chegue uma inspiração, quando eu sinto tanto carinho por algo que sei que merece um cuidado especial. Esperei alguns meses pra escrever esse post porque a experiência que vivemos foi tão marcante que me emociona até agora. Mas acho que agora chegou o momento de compartilhar com vocês a beleza desse lugar em meio à natureza, essa cozinha autoral memorável, essa família. Vos apresento, o Locanda di Lucca. Locanda di Lucca – a família O Locanda di Lucca é comandado por apaixonados pela natureza e pela gastronomia. São pessoas que falam do alimento com emoção, anfitriões que nos receberam como se fôssemos de casa há muito tempo. A família é formada pelo enólogo e especialista em agricultura biodinâmica, Edgar Giordani, pela arquiteta e doutoranda …

As comidas típicas da Serra Gaúcha

Eu amo viajar e conhecer diferentes gastronomias, ingredientes exóticos e novas receitas. Mas existe um lugar do mundo que eu nunca me canso de voltar, uma região que tem duas regras de ouro: comida boa e muita fartura. Viajar pra Serra Gaúcha é ter a certeza de que o caminho de volta será mais lento – porque todos dentro do veículo estarão com alguns quilinhos a mais. E isso é uma coisa maravilhosa! Essa culinária tem alma, tem história, e tem muito sabor. Veja abaixo quais são os pratos típicos que você não deve deixar de experimentar em uma visita à região serrana do Rio Grande do Sul. Galeto O galeto é uma das comidas mais típicas das colônias italianas que se estabeleceram na região Sul do país. O galeto tem origem nas “passarinhadas” – sim, antigamente esse prato era feito com passarinhos. Mas eventualmente a prática da caça foi proibida, e o galeto passou a ser feito com um pequeno frango. Ele é abatido com cerca de 25 dias e pesa entre 500 a …

Caminhos de Pedra: conheça o Parque da Ovelha

Já fui ao Parque da Ovelha duas vezes e esse é um passeio que gosto bastante e que recomendo fortemente pra quem vai à região dos vinhedos com crianças. Entre uma vinícola e outra, você tem a oportunidade de participar de uma experiência única! Nesse post vou contar quais são as principais atrações do Parque da Ovelha. 🙂 Casa da Ovelha O casarão construído em 1917 é a porta de entrada da Casa da Ovelha, propriedade que une fazenda, loja, laticínio e o Parque da Ovelha. Por lá vivem 650 ovelhas da raça francesa Lacaune, e cada uma produz cerca de dois litros de leite por dia. FUN FACT: esse casarão originalmente era localizado no terreno ao lado. Como o proprietário mostrou interesse em destruir a casa para construir uma nova em seu lugar, o empresário Tarcisio Michelon (proprietário da rede Dall´Onder de Hotéis, da Casa da Ovelha e idealizador dos Caminhos de Pedra) foi responsável por uma cena cinematográfica nas ruas de São Pedro – ele mudou a casa de lugar! Fotos desse transporte …

Casa Fontanari: um refúgio vitivinicultor no alto dos Caminhos de Pedra

Sou apaixonada por vinícolas pequenas, estilo “boutique”, que respeitam seu terroir e apresentam produtos de qualidade, complexos e genuínos. A Casa Fontanari é assim: uma vinícola familiar, localizada em um local especial (a região de São Pedro, no alto dos Caminhos de Pedra), que elabora vinhos de excelência. As origens da vinícola Casa Fontanari Em 1989, o médico Juliano Fontanari deu início à vinificação de seus primeiros vinhos, oriundos de inúmeras variedades de videiras plantadas alguns anos antes pelo seu pai, Euclidio Fontanari. Ah, o vinho não entrou na família por acaso. O pai de Euclidio, Guilherme Fontanari, foi o primeiro diretor-presidente e um dos fundadores da Cooperativa Aurora. Dos filhos do dr. Juliano, um se destacou pelo grande interesse pelo vinho: Victor Fontanari, que atualmente é o responsável pela vinícola. Casa Fontanari – a propriedade A entrada da Casa Fontanari já é apaixonante: a casa é toda coberta de verde, a recepção é calorosa, o cenário do entorno é belíssimo. A vinícola faz parte do roteiro Caminhos de Pedra, e fica no alto do …

Degustação às cegas na vinícola Dal Pizzol

A vinícola Dal Pizzol foi a primeira parada do nosso tour de motorhome pela Serra Gaúcha com a Vinhos Por Aí. (Se ainda não sabe do que eu estou falando, clica aqui!). Além de passear pelo encantador parque da vinícola, participamos de uma divertida degustação às cegas. Vem ver como foi! 🙂 A vinícola Dal Pizzol Há 13 gerações, ainda na Itália, a família Dal Pizzol já elaborava vinhos. Em 1878 a tradição familiar migrou para o Brasil e trouxe essa sabedoria e experiência para seguir com a produção por aqui. A vinícola Dal Pizzol está localizada na estrada da Rota Cantinas Históricas, em Faria Lemos, interior de Bento Gonçalves. Dal Pizzol – Degustação às cegas Por lá tivemos uma experiencia incrível: exploramos o tato, a audição e o paladar em uma degustação às cegas. Além de degustar 3 rótulos da Dal Pizzol, também fomos desafiados a descobrir pelo olfato todos os elementos presentes nessas taças (abaixo) – aromas que muitas vezes estão presentes nos vinhos, como frutas, pão, especiarias e café. Muito divertido! Dal …

Vinhos Por Aí: uma experiência de motorhome pela região dos vinhedos

Um dia inspirador! ❤️ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Foi essa a sensação que tive ao participar do primeiro roteiro de motorhome pela região dos vinhedos com a Vinhos Por Aí. Vinhos Por Aí A Gisa Guerra é jornalista e sommelier, e sentia a inquietação de querer mudar de carreira. Saiu da zona de conforto e criou esse projeto lindo: a Vinhos Por Aí – roteiros de experiência a bordo de um motorhome. Eu nunca tinha nem entrado em um motorhome, e no fim do dia já era meu sonho de consumo ter um! Adorei! 🙂 Quem me acompanhou nesse super passeio, além da Gisa (ao centro, na foto abaixo), foi a Bárbara Pedroso, do blog Bárbara Pelo Mundo, a Sophia Catalogne, do blog Meu mapa-múndi, e a Clarissa Oliveira, do insta Oliveiras Por Aí. Esse é o Guerra, o pai da Gisa, um queridão de 73 anos de muita estrada – antes de se aposentar, ele era motorista de caminhão. Ele é o dono do motorhome e foi quem nos conduziu até a região dos vinhedos. Café da Manhã Tenho uma …

Bamboo Bar: a experiência do vinho encanado em Bento Gonçalves

Na última sexta-feira (05/07) fui à Bento Gonçalves conhecer o primeiro bar com vinho encanado do Brasil, o Bamboo Piped Wine Bar – espaço dentro do Bangalô Estação Club. Vinho encanado O vinho encanado foi a atração que tornou a Fenavinho conhecida Brasil afora desde sua primeira edição, em 1967. A instalação, realizada nas ruas da cidade, transporta o vinho por uma tubulação e serve a bebida em torneiras. A retomada da feira em 2019 foi a inspiração do empresário Leandro Santarossa, que teve a ideia de trazer a experiência icônica para o Bangalô. O espaço Bamboo já existia, mas foi reinaugurado como “Piped Wine Bar” para oferecer aos visitantes o vinho encanado o ano inteiro. Bamboo Piped Wine Bar Cinco pontos duplos com torneiras para vinho tinto e vinho branco foram instaladas no espaço, entre colunas próximas às mesas. Ao pagar o ingresso (que custa R$ 80), o público tem acesso livre ao vinho, podendo se servir diretamente das torneiras quantas vezes quiser. Estão disponíveis os vinhos Merlot e Riesling da Cooperativa Vinícola Aurora. Com 88 …

Dez vinícolas imperdíveis na Serra Gaúcha

De grandes vinícolas, com reconhecimento internacional, até vinícolas menores, onde o atendimento é feito pela própria família: a Serra Gaúcha proporciona uma viagem incrível pelo mundo dos vinhos. Separei aqui dez vinícolas que conheci nos últimos tempos e que são imperdíveis pra quem quer fazer um tour inesquecível pelo Vale dos Vinhedos e cidades vizinhas, como Garibaldi e Pinto Bandeira. 1 – Casa Valduga A Casa Valduga é uma das mais tradicionais vinícolas do país. Em 1992, a Família Valduga iniciou a construção de seu Complexo Enoturístico, que incluiu a criação de restaurantes e de pousadas, consolidando-se, assim, como pioneira na introdução do enoturismo no Vale dos Vinhedos. Atualmente, o complexo recebe cerca de 150 mil visitas por ano. A empresa coleciona mais de 300 prêmios em concursos nacionais e internacionais, e exporta seus produtos para mais de 20 países. A Valduga está, inclusive, no livro “1000 lugares para conhecer antes de morrer”, editado pelo New York Times. Recomento o tour Wine Experience, que possibilita a degustação de vinhos e espumantes em diferentes etapas do processo de elaboração. (Para ler …

As massas artesanais do restaurante Maria Valduga

Depois de conhecermos mais sobre a viticultura e degustarmos vinhos ainda em processo de elaboração no tour Wine Experience, seguimos para a segunda parte da experiência no Complexo Enoturístico da Casa Valduga: o almoço no restaurante Maria Valduga. O salão é imponente e elegante, todo coberto por “históricas pedras de basalto”. Mas não é sobre a história das pedras que eu quero falar hoje… Toda a história de uma massa artesanal O restaurante homenageia a matriarca da família, Maria Valduga. Segundo o site da casa, “o local era inicialmente a pequena cantina do Luiz Valduga, onde os irmãos Valduga deram seus primeiros passos alquimistas. Tanto trabalho, exigia uma farta mesa, que a Dona Maria fazia questão de apresentar com delícias típicas italianas”. Bem, eu também tinha uma nona que fazia uma bela massa artesanal, a vó Edith. Minha vó não tinha ascendência italiana, mas era uma excelente cozinheira. Algumas das lembranças mais afetuosas que tenho com ela foram em torno da mesa, quando ela compartilhava comigo os seus ensinamentos culinários. A minha receita favorita dela: …