Todos os posts em: Comida

Cinco restaurantes imperdíveis em Belém do Pará

Nossa, como eu amei Belém do Pará! Não sei se é porque eu gosto de comer, e a vida me fez deixar de ter medo de experimentar coisas diferentes e apreciar sabores novos (e Belém é uma explosão de sabores!)… ou se é porque sou cozinheira, e os ingredientes do Ver-O-Peso fizeram meu coração derreter… ou, ainda, pela receptividade que tivemos lá! Que povo afetuoso e amável! Enfim, foi uma das minhas viagens favoritas de todos os tempos e já não vejo a hora de voltar. Bem, escrevi quatro posts contando tudo que eu fiz por lá, detalhadamente. Aliás, é a série de posts que eu mais gosto do blog. (Você pode ler o primeiro deles aqui!) Mas, pra quem não gosta de textos muito longos, e ainda assim quer boas dicas gastronômicas dessa cidade incrível, fiz uma breve seleção dos restaurantes que, na minha opinião, são imperdíveis por lá. 🙂 Box da Lucia Para ter uma experiência gastronômica autêntica no mercado Ver-O-Peso, sugiro almoçar na “ala das refeições”. Perguntei para o meu amigo Médici, responsável …

Jamaica: cinco lugares para tomar café da manhã em Negril

Nesse post contei como foi a nossa ótima estadia em Negril, onde passamos oito dias curtindo o belo mar da Seven Mile Beach e muitas Red Stripes geladinhas. Lá, ficamos hospedados em um pequeno e gostoso hotel, o Negril Palms. Esse hotel tem um preço ótimo, fica de frente para o mar (bem estilo pé na areia) tem wi-fi até dentro da água (se você é desses), e um quarto ótimo. Mas… não tinha café da manhã incluso. Então, aproveitamos para conhecer outros restaurantes e hotéis pela região que ofereciam deliciosas opções. Vem ver quais são os que eu mais gostei! 🙂 Kuyaba Como contei aqui, a Jamaica tem alguns pratos típicos deliciosos e um deles é servido principalmente no café da manhã: o ackee & saltfish – um preparado de ackee (fruta típica da região) e bacalhau. Bem, o melhor que comemos por lá foi no surpreendente restaurante do hotel Kuyaba. O cardápio de café da manhã do Kuyaba é imenso, e os pratos são muitíssimo bem servidos. Ah, e você também pode escolher sentar …

Onde comer bem e barato em Londres

Querido leitor, o post de hoje é um oferecimento da minha ex colega de faculdade, a Carla Venturini. A Carla atualmente mora em Londres (venceu na vida!) e é professora de inglês por lá (se você estiver precisando de uma ótima teacher na terra da Rainha, clica aqui!). Como a Libra está assustadoramente cara para nós mortais, e as pessoas estão até receosas de marcar uma viagem pra Londres, com medo de deixar um rim por lá, pedi pra Carla nos mostrar que existe sim um jeito de conhecer essa cidade incrível, comendo bem com economia. Vem ver! 🙂  … Olá! Meu nome é Carla e atualmente moro em Londres pela segunda vez. A história é longa, e eu quero contá-la em meu próprio blog – que por enquanto ainda está em fase de planejamento. Para dar um empurrão a mais nessa empreitada blogueira, a Nina me convidou para escrever um post por aqui. #agoravai Também sou comilona, com a diferença de que sou vegetariana há anos e estou fazendo a transição para o veganismo. …

Dez lugares para se apaixonar pela gastronomia jamaicana

Para compreender a cultura, ancestralidades e tradições de um lugar diferente, é preciso entregar-se aos sabores da gastronomia local. Concorda? Bem, com base nesse “mantra de vida”, percorri diversas cidades da Jamaica em busca do verdadeiro tempero do país, percebendo as nuances de cada estado, as influências e modos de cozinhar oriundos de diversas origens, e as semelhanças e diferenças entre a comida de rua mais popular para os restaurantes mais requintados. Vem ver quais foram os lugares mais gostosos desse food tour, restaurantes e comidas de rua que recomendo para quem está planejando uma viagem pra lá. (Se quiser saber mais sobre os pratos típicos da Jamaica, ou informações gerais sobre o país, clique aqui!) 1 – Kuyaba (Negril) Esse restaurante fica dentro do hotel de mesmo nome, e está localizado em frente à 7 Mile Beach. O menu é enxuto, mas a comida é saborosa e bem temperada. O local também oferece ótimas opções de pratos no café da manhã. Ah, o preço é super justo! 2 – Rockhouse (Negril) Esse restaurante está …

Quatro lugares para comer boas carnes em Buenos Aires

Um dos maiores prazeres de viajar está em buscar semelhanças e diferenças entre os destinos e o lugar em que vivemos. Perto do Rio Grande do Sul, onde moro, ficam a Argentina e o Uruguai. De semelhanças, o gosto pela carne. De diferenças, o modo de preparo. Aqui a carne vai no espeto para a churrasqueira. Nos países vizinhos, os cortes são assados nas parillas – uma base com tiras de ferro que vai em cima do fogo. Eu entro nessa generalização cultural e confesso: amo comer carne. E também confesso que prefiro o churrasco porteño (e urugayo) em relação aos nossos. Chego a salivar quando penso naqueles bifões saindo direto da parrilla para o meu prato. Buenos Ayres, mi amor Já fui algumas vezes à capital argentina, já caí em algumas roubadas (olá, Siga la Vaca!), mas também já tenho os meus favoritos, aqueles lugares que eu recomendo para todos que me pedem indicações. Não vou me atrever a dizer que esses são “os melhores lugares para comer carne em Buenos Aires”, até porque eu …

São Paulo: onde comer bem no bairro Pinheiros

Já tem algum tempo que os meus tours por São Paulo se tornaram prioritariamente gastronômicos. Em Sampa se come bem demais! Nas minhas últimas visitas à capital paulista, fiquei hospedada em Pinheiros, porque uma grande amiga minha se mudou para esse bairro. Desde então, cada vez que vou à cidade, a minha vontade é de ficar por lá de vez. Pinheiros é um misto de Nova York, Buenos Aires e Bom Fim. É uma região moderninha, super segura e cheia de personalidade. E a quantidade de restaurantes, cafés, bares e mercadinhos deliciosos por metro quadrado é imensa! Então, pra convencer todos que São Paulo não é só selva de pedra, é também um ótimo destino gastronômico, vou listar abaixo alguns dos meus lugares favoritos desse bairro. No café da manhã… King Of The Fork Começar o dia em Pinheiros é delicioso demais no King of the Fork, um café super bonitinho, inspirado na cultura ciclista e localizado no coração do bairro. É daqueles lugares super “instagramáveis“, sabe? O chocolate quente da casa é uma ótima pedida. …

“Salir de tapas” nos mercados gastronômicos de Madrid

Hoje vou contar uma história de amor… Conheci o Vinícius, meu marido, em outubro de 2014. Mais ou menos um mês depois, apareceu uma daquelas promoções INSANAS de passagens aéreas: cerca de R$ 600 (com taxas!) pra Madrid. Já passei por algumas experiências de encontrar essas promoções por aí e a única regra é: compre no SEGUNDO que você ver. É loucura comprar uma passagem pra Europa dali a sete meses com um quase desconhecido? É. Mas como eu disse antes, bug de passagem aérea é assim mesmo: não dá pra pensar, apenas comprar. A aposta deu certo: permanecemos juntos, e embarcamos para nossa primeira grande viagem em maio de 2015. Chegamos na Europa felizes e ansiosos pelos próximos dias, que ainda englobariam Barcelona, Paris, Veneza, Florença e Roma. Mas, first things first: 5 dias em Madrid. Quando viajo a alguma cidade nova, eu sempre gosto de ter experiências gastronômicas fortes e que me falem sobre o lugar já no primeiro dia. Então, logo depois de deixar as malas no hotel, corremos para o Mercado de San …

Nova Petrópolis: o banquete alemão do Colina Verde

Almoço de domingo! Não sei você, mas eu acho que esse momento da semana tem uma aura especial (tanto que escolhi exatamente esse dia e horário para celebrar o meu casamento). É o dia tradicional da churrascada, do pique-nique, da reunião de família, tudo sempre envolvendo muita comida! Enfim, é dia de caprichar no cardápio! Há algumas semanas, eu e o Vini decidimos honrar o domingo, e subimos a Serra para almoçar no Colina Verde, restaurante de Nova Petrópolis que muita gente vinha nos indicando há bastante tempo. A cidade fica a aproximadamente 90km de Porto Alegre, você chega lá de carro em cerca de 1h30. O setor gastronômico é um dos pontos fortes do turismo na Região das Hortênsias, que ainda inclui os municípios de Gramado, Canela e São Francisco de Paula. É muito difícil resistir à tentação de não parar em algum restaurante no caminho (que, por sinal, é muuuito bonito nessa época do ano, cheio de plátanos com folhas amareladas). Mas estávamos focados em subir a colina! Restaurante Colina Verde Comandado pela família …

Curitiba, a cidade amiga (dos foodies)

Eu tenho muito carinho por Curitiba. Conheci a cidade há alguns anos, em uma viagem que decidi fazer sozinha. Estava em uma fase um pouquinho deprê da vida e resolvi “afogar as mágoas” da melhor forma: viajando. Passeei pelas ruas floridas do centro, comi muito galeto no maior restaurante das Américas e vi as belas projeções de Natal no Palácio Avenida. Depois de três dias bem aproveitados, voltei pra casa com a sensação de ter feito uma nova amizade. A cidade foi uma ótima companheira naqueles dias tristes e a viagem fez eu me sentir muito melhor. Então sempre que tenho a oportunidade de ir à Curitiba, eu aproveito. Por ser próxima à Porto Alegre, as passagens às vezes ficam bem baratinhas, e é um ótimo passeio de final de semana. No início do ano passado, voltei à cidade com meu marido, com o objetivo principal de fazer o passeio de trem a Morretes (que você pode ler mais nesse post), mas também queríamos aproveitar pra conhecer alguns restaurantes da cidade. Vou contar aqui pra vocês sobre …

Doce Paris: uma seleção de confeitarias imperdíveis na cidade

Você está pronto para um banho de açúcar? 🙂 A pâtisserie, ou confeitaria, é um dos destaques da gastronomia francesa. Para mim, comer um mille-feuille do Jacques Genin ou os macarons do Pierre Hermé são experiências mais marcantes do que tentar tirar uma foto da Monalisa no Museu do Louvre. Como contei nesse outro post, viajamos pra lá no final de 2017 com o objetivo de comer MUITO!  Então, fiz o tema de casa, e montei um roteirinho para visitar algumas das principais confeitarias de Paris. Veja aqui as que mais gostamos: Angelina A Angelina é uma famosa casa de chás parisiense, com várias filiais em Paris, Versailles e até outros países. Fomos na loja que fica no Musée de Luxemburg, dentro do Jardin du Luxembourg. Provar o “carro-chefe” da casa, o chocolate quente, era o nosso objetivo principal por lá. Ele é servido em um bule, acompanhado de chantilly. Ele casou bem com o friozinho que estava fazendo. A casa também tem alguns doces clássicos, como o Mont Blanc e o Saint Honoré, mas decidimos experimentar esse …