Todos os posts em: Comida

Os incríveis mercados gastronômicos de Israel

Um dos meus programas favoritos da vida é visitar mercados gastronômicos. Não precisa ser em viagem, ir ao Mercado Público de Porto Alegre já é um baita passeio pra mim! 🤗 Mas quanto mais longe a gente vai em relação à nossa casa, mais conseguimos perceber as diferenças de cultura entre os povos por meio de seus alimentos. No setor de hortifrúti desses mercados, por exemplo, eu gosto de comparar os tamanhos, cores e formatos dos mesmos legumes, frutas e verduras consumidas aqui. Vejam só essas pitayas amarelas, e essas berinjelas redondinhas. Adoro o perfume das especiarias, os formatos dos pães e todas as comidinhas que podemos degustar nesses lugares. Em Israel, os mercados gastronômicos são uma fonte infindável de descobertas! Abaixo, segue a listinha dos mercados que visitei por lá! Carmel (Tel Aviv) Esse é o mercado mais famoso da cidade.  São muitos boxes de ingredientes frescos, doces, comidinhas e até artigos de vestuário e eletrônicos. Tem de tudo no Carmel, inclusive muuuitos turistas – ele é super cheio. Mas vale a pena conferir, …

Onde comer muito bem em Roma

Dedico esse post à Aline de 2015, que fez um tour pela Europa e, mesmo sem saber que um dia se tornaria uma blogueirinha de viagem e gastronomia, registrou todas as comidinhas que degustou por lá. ❤️ Ahhh… comemos muito bem em Roma! E que bom que tenho essas fotos pra poder mostrar pra vocês três restaurantes que nos marcaram bastante na cidade. Anota aí! 😉 Trattoria Vecchia Roma Agora já ficou mais famosinho, mas na época que eu fui pra Itália a mise-en-scène de passar a massa por dentro de um queijo gigante era um super acontecimento. A primeira experiência que tive na vida com essa delícia foi na Trattoria Vecchia Roma. O ambiente é simples e despojado, e as mesas ficam em um sub-solo. O forte da casa é a comida, muitíssimo bem preparada. Existem duas massas que passam por dentro do queijo (ou Flambè, como eles chamam): o Bucatini Amatriciana e o Spaghetti Parmigiana. Pedimos ambas, que eram maravilhosas. Mas apesar do sabor delícia do bacon na Amatriciana, a grande favorita foi a vegetariana Parmigiana. …

As deliciosas e surpreendentes sorveterias de São Paulo

Como já contei nesse post, eu sou completamente apaixonada por sorvete! Então aproveitei a minha última passagem por São Paulo para visitar algumas das mais gostosas e surpreendentes sorveterias da cidade. Quem me acompanhou em parte desse tour (e que selecionou as casas mais “diferentonas”) foi a Tarsila Ceruci, minha amiga paulistana que tem um canal no youtube sobre intercâmbio e que também ama sorvetes! 🙂 Frida & Mina É impossível passar indiferente pela rua Arthur de Azevedo, no bairro Pinheiros, quando se sente o perfume das casquinhas da Frida & Mina. Elas são feitas diariamente por lá, e nesse diferencial você já vê um grande destaque da sorveteria: o cuidado aos pequenos detalhes. A Frida & Mina oferece sorvetes artesanais elaborados apenas com ingredientes frescos e naturais, livres de conservantes e corantes. Alguns sabores são fixos e outros sazonais, elaborados de acordo com a disponibilidade de insumos de cada estação – são doze por dia. Não deixe de provar os sorvetes de morango com vinagre balsâmico e o de macadâmia crocante. 🤤 Endereço: Rua Artur …

Gramado além do fondue: restaurantes que você precisa conhecer na cidade

Gramado é conhecida pelas suas sequências de fondue, mas além das muitas casas especializadas nessa experiência gastronômica (que eu também gosto muito), a cidade conta com diversos restaurantes incríveis. Se quer comer bem durante sua estadia por lá, não pode perder as dicas desse post! 😉 George III Com inspiração na realeza britânica, o restaurante George III surpreende nos detalhes. A decoração encanta desde a fachada. São diversas salas diferentes, muitos quadros, mesas e cadeiras lindas (cada cantinho é um flash!). Além disso, a ambientação inglesa segue na música que toca ao fundo – sempre de bandas e cantores ingleses. Nos pratos, esse cuidado se reflete: tudo é muito bem apresentado. As ostras que pedi de entrada foram cobertas com um interessantíssimo “ar cítrico”. O impecável Beef Wellington (filé mignon envolto em parma, creme de cogumelos e massa folhada) veio acompanhado de um creme de queijo serrano SENSACIONAL e de cogumelos tostados. Recomendo muito para um jantar especial. É um lugar para se sentir um rei ou rainha! Endereço: Avenida Borges de Medeiros, nº 1489. Funcionamento: Aberto …

Turismo gastronômico: as comidas típicas do Marrocos

Para mergulhar na cultura de um país, é preciso degustar a gastronomia local – essa é a minha principal premissa de viagem. Eu amo experimentar temperos, ingredientes e pratos tradicionais dos lugares que visito. No Marrocos não foi diferente. Assim como na Jamaica e em Portugal, fizemos uma verdadeira imersão gastronômica. Provamos comida de rua, fomos a bons restaurantes e até participamos de um curso de culinária marroquina. No post de hoje vou te contar quais são as comidas imperdíveis pra quem quer fazer turismo gastronômico por lá! 😋 Tajine Eu não poderia começar essa lista com outra comida a não ser o Tajine (ou tagine). Tajine é o nome do prato mais tradicional do Marrocos – e também é o nome da panela de barro na qual ele é feito. Ela resiste a altas temperaturas e o seu formato de cone faz com que o vapor circule e auxilie na cocção – fazendo com que as carnes fiquem muito macias. O prato é servido nessa mesma panelinha, ainda fervilhando. Existem diversas variações de tajines. …

Cozinhar é um ato revolucionário no Iacitatá

Algumas semanas antes de viajarmos para Belém, o “Tempero de Família”, do GNT, apresentou uma série de episódios sobre a cidade. Uma cena do programa me chamou muito a atenção: uma moça defendia que era muito estranho que os próprios brasileiros chamassem a comida amazônica de “exótica”. “Exótico não é o que é daqui, exótico é o que vem de fora”, salientou Tainá Marajoara, dona do Iacitatá. Achei isso muito forte e bonito quando ouvi, me marcou pra sempre. Nunca mais usei a palavra “exótico” em vão! 🙂 Tainá já rodou o mundo falando sobre os ingredientes da Amazônia, é conselheira nacional de cultura alimentar e ativista de direitos humanos. Iacitatá: cultura alimentar e sociobiodiversidade O Iacitatá se define como “um espaço de circulação da produção da cultura alimentar e produtos da sociobiodiversidade”. O restaurante investe em uma cozinha criativa, cultural e saudável para as pessoas e para o planeta. Foram a Tainá e o Carlos Ruffel, seu companheiro e também cozinheiro da casa, que nos receberam lá. Almoçar no Iacitatá é uma aula! A Tainá …

Gastronomia serrana: onde comer bem em São Francisco de Paula

Recentemente estive novamente em São Francisco de Paula, uma cidade que tenho bastante carinho. Apesar de pertencer à Região das Hortênsias, São Chico (como é carinhosamente chamada) não teve tanta influência de imigrantes europeus, e não recebe tanto volume de turistas quanto as badaladas vizinhas Gramado e Canela. O município ainda cultiva tradições campeiras, e guarda a alma tranquila de interior. Por lá, ao passear pela rua principal ou “lagartear” no Lago São Bernardo, você encontra com os moradores que costumam fazer o mesmo. E, como toda a região serrana, lá se come muuuito bem! Veja abaixo os restaurantes que mais gostei de conhecer na cidade: Castelli Resto Pub A comida do Castelli é muito deliciosa, mas um dos maiores destaques desse restaurante é o atendimento. Fomos muito bem recebidos pelo garçom Maurício, que nos sugeriu todos os pratos. Recomendo muito o Filé à Pimenta, carro-chefe da casa. O molho desse prato se parece com um caramelo, e tem um sabor incrível. Também tem pequenos pedacinhos de bacon crocante e cebolinhas em conserva douradas. Tem um post …

O querido Castelli Resto Pub, em São Francisco de Paula

O Castelli Resto Pub é a minha mais nova descoberta gastronômica em São Francisco de Paula, uma cidade pela qual tenho muito carinho e que adoro visitar. O ambiente é muito gostoso, rústico e aconchegante. A comida no Castelli é uma delícia, saímos de lá muito satisfeitos. Salivamos com as entradas, consideramos o principal um prato imperdível e ficamos encantados com a sobremesa. Mas hoje quero falar de um dos maiores destaques desse restaurante: o atendimento super querido que recebemos – e que guiou o nosso jantar. O atendimento acolhedor do Castelli Resto Pub Fomos recebidos pelo simpático garçom Maurício, e foi ele que nos sugeriu os pratos que escolhemos. De entrada, o risoles de abóbora recheado com carne seca, feito pela sua esposa, Joseane. Gente, durante um tempo a minha mãe fez salgadinhos por encomenda para vender. Lembro de muitas tardes ajudando ela a passar os risoles, coxinhas e croquetes no ovo e na farinha. O resultado era realmente incrível – ela mandava muito bem! Contei essa história porque quando dei a primeira mordida no …

Almoço com vista: conheça o Azenhas do Mar

Um cenário cinematográfico: casinhas brancas na beira de um penhasco de frente para o mar. Lembra a Grécia, mas é a pequena vila de Azenhas do Mar, em Portugal. Essa vista fica logo na entrada da cidade, ao lado de um estacionamento público: é o Miradouro das Azenhas do Mar. Na beira da praia, se a maré estiver cheia, ainda rola uma piscina natural. Visual de tirar o fôlego, hein? 😍 A vilinha pertence à região de Colares, e está localizada a 15 minutos do centro de Sintra. De Lisboa são cerca de 45 minutos (cerca de 30 km) – visitar esse lugar lindo também pode ser uma boa opção de bate-volta partindo da capital portuguesa. Se quiser outras dicas de bate-volta partindo de Lisboa, leia esse post do site Quase Nômade. Azenhas do Mar – almoço com a melhor vista De cara para essa vista arrebatadora, a possibilidade de almoçar frutos do mar frescos e pratos da gastronomia clássica portuguesa. Com o mesmo nome da praia, o Azenhas do Mar Restaurante e Piscinas fica de …

Nomad, o restaurante moderninho de Marrakech

Em 2014, Kamal Laftimi e Sebastian de Gzell assumiram uma antiga loja de tapetes da famosa praça de especiarias Rahba Lakdima (Place des Épices) e, ao lado do designer de interiores Romain Meniere, a transformaram no restaurante mais cool da cidade, o Nomad. O visual do lugar é muito bacana! Ele é todo moderninho, do tipo rooftop, com dois níveis de terraços que oferecem vistas fantásticas da Cordilheira dos Atlas e da medina. Apesar de querer conhecer os restaurantes de comida mais clássica, fiquei muito curiosa quando li sobre o Nomad e resolvi incluir no roteiro. Nomad – gastronomia marroquina moderna Com ênfase em ingredientes frescos, o restaurante serve “comida marroquina moderna” – releituras da cozinha tradicional e também pratos internacionais influenciados pela gastronomia local. Como sempre no Marrocos: nada de bebida alcoólica. Limonada geladinha pra acompanhar o jantar. Ah, repare no canudo de metal da foto abaixo: eu ganhei de presente da minha irmã e passei a levá-lo nas minhas viagens. Que tal fazer isso também e evitar o uso de canudos plásticos? Você pode ler …