Últimas, Bento Gonçalves, Comida, Destinos no Brasil, Gastronomia, Rio Grande do Sul, Serra Gaúcha, Todos os posts, Vale dos Vinhedos
Deixe um comentário

A incrível sequência da Osteria del Valle

Um dos restaurantes que mais me surpreendeu nas minhas andanças recentes pela Serra Gaúcha foi a Osteria del Valle. Encontramos ele por acaso, não estava em nosso roteiro, mas foi amor à primeira garfada.

Osteria del Valle fachada

Osteria del Valle

Localizada no Vale dos Vinhedos, no andar superior da vinícola Peculiare, a Osteria del Valle é um negócio familiar. A casa é comandada pelo chef Álvaro da Silva, que tem como subchef sua irmã Marlice. Para uma experiência enogastronômica completa, entra em campo mais um irmão, o sommelier Adriano.

Osteria del Valle interno

Osteria del Valle | Ambiente

Osteria del Valle – Sequência

O cardápio da Osteria é muito saboroso e delicado. Tem inspiração na culinária italiana tradicional, mas também oferece releituras e receitas originais – eles chamam isso de “Cucina di Fusione”.

O restaurante funciona em esquema de menu degustação, e todos os pratos podem ser repetidos à vontade.

A experiência começa com uma cestinha de pães e focaccia de fermentação natural, acompanhados de queijo e salame coloniais, antepasto de berinjela e patê de fígado de pato.

Eu amei tanto esse antepasto de berinjela que perguntei se eles vendiam. Mas não, a produção é apenas para o restaurante – vou ter que voltar lá muitas vezes pra matar a vontade!

Osteria del Valle entradas

Osteria del Valle | Antepastos

Logo depois, a clássica sopa de capeletti da Serra Gaúcha. Entretanto, aqui ela vem com uma grande surpresa: tanto o recheio da massa quanto o caldo são de pato. Maravilhosa!

Osteria del Valle sopa capeletti

Osteria del Valle | Sopa de capeletti

Leia mais: As comidas típicas da Serra Gaúcha

Estamos só começando, então vem também uma saladinha – mix de folhas verdes temperadas com queijo de ovelha, adobo e vinagre balsâmico.

Osteria del Valle salada

Osteria del Valle | Mix de folhas

Depois de feitas as devidas apresentações, partimos para a segunda fase da degustação.

Arroz cremoso, amêndoas crocantes – quem abre a sequencia dos pratos principais é esse risoto de ponto perfeito e tempero na medida.

Osteria del Valle amendoas

Osteria del Valle | Risoto de amêndoas

Em seguida, mais um toque original em uma receita bem conhecida da região: o tortéi, tradicionalmente recheado apenas com moranga, recebe a companhia do charque.  A massa super fininha é imersa em um caldo de manteiga clarificada.

Osteria del Valle massa recheada

Osteria del Valle | Tortéi de charque

Os próximos dois pratos foram os meus grandes favoritos, aqueles que me fizeram chamar o garçom de volta duas vezes para generosas reposições.

Em vez de galeto, a casa serve a codorna, temperada com sálvia e perfeição.

Osteria del Valle codorna

Osteria del Valle | Codorna

O spaghetti, também com codorna e sálvia, chega para compor a combinação mais deliciosa do almoço. Babei só de lembrar!

Osteria del Valle spaghetti

Osteria del Valle | Spaghetti com codorna

E a sequência ainda não cessou…

Chegou a hora de mais um risotinho (risoto nunca é demais, não é mesmo?). Esse é de cordeiro e, mais uma vez, demonstra o talento técnico do cozinheiro com o ponto perfeito do arroz.

Osteria del Valle risoto cordeiro

Osteria del Valle | Risoto de cordeiro

Para aqueles de paladar mais clássico, chega à mesa um filezinho grelhado.

Osteria del Valle filé

Osteria del Valle | Filé grelhado

Mas voltando às receitas mais apuradas, o prato que representa a cultura alemã: um confit de carne suína que desmancha no garfo e na boca.

Osteria del Valle porco confit

Osteria del Valle | Confit de carne suína

Finalizando com chave de ouro, o sorrentino de rabada ao molho de vinho. Espetacular!

Osteria del Valle tortelloni

Osteria del Valle | Sorrentino de rabada

Se, depois de todas essas gostosuras, ainda sobrar um espacinho para a sobremesa, você pode escolher uma entre as três opções do cardápio: creme brûlée, sagu com creme ou Dolcetto Fredo, uma espécie de mousse-sorvete produzido na região.

Fomos de brûlée, que arrematou com sucesso esse almoço dos deuses.

Osteria del Valle brullé

Osteria del Valle | Creme brûlée

Essa sequência incrível custa R$ 97 por pessoa, podendo ser harmonizada com os vinhos da vinícola Peculiare (mais R$ 73 por pessoa).

No jantar, o restaurante oferece uma gastronomia mais contemporânea, composto por cinco etapas, no valor de R$ 107 por pessoa (opção harmonizada acrescentando R$ 85).

É tão bom ser surpreendido positivamente, né? ❤️

Recomendo demais a Osteria del Valle e já não vejo a hora de voltar lá pra comer tudo de novo.

 

Serviço:

Osteria del Valle
Endereço: Via Trento, nº 1218-1272 – Linha Leopoldina (Vale dos Vinhedos)
Funcionamento: de terça a domingo, das 11h às 15h30; sexta e sábado, das 19h às 22h30
https://www.osteriadelvalle.com.br/

 

Para acompanhar minhas viagens e experiências em tempo real, siga o meu perfil no Instagram e curta a minha página no Facebook.

Deixe seu comentário! :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.