Ano: 2020

Turismo gastronômico: as comidas típicas de Israel

Em nossa viagem à Israel visitamos os pontos turísticos ancestrais de Jerusalém e passeamos pela vibrante Tel Aviv, mas a nossa descoberta favorita no país foi gastronômica. A culinária israelense oferece uma viagem por povos, etnias e religiões, uma fusão de culturas que manifesta-se em deliciosos pratos típicos. As maiores influências gastronômicas do país vêm da culinária árabe, com alimentos oriundos da região do Oriente Médio; da culinária judaica, que possui pratos bastante tradicionais; e das nações à beira do Mediterrâneo. Em abundância na culinária local, ingredientes como lentilha, cuscuz, grão de bico, tâmaras, azeitona, romã, berinjela, figo e gergelim, recebem especiarias como zaatar, cominho, açafrão, gengibre, noz moscada e canela. Culinária Kosher É impossível falar de gastronomia israelense sem citar a cultura kosher (ou kasher). O termo refere-se aos alimentos que foram preparados de acordo com as regras judaicas de alimentação (originadas da Torah). Grande parte dos restaurantes de Israel seguem a tradição à risca e preparam seus pratos seguindo as normas da tradição. Existe, ainda, uma certificação concedida por entidades judaicas, que garantem a …

Receitas de Viagem #3: Pão de Ló de Alfeizerão

Quem acompanha o blog já sabe que eu sou apaixonada pela confeitaria portuguesa. Quando visitamos o país, fizemos um delicioso tour pelas receitas cheias de ovos, doces conventuais e pastelarias. Um dos doces que mais me chamou a atenção por lá foi o Pão de Ló de Alfeizerão, um bolinho com muito sabor de doce de ovos e molhadinho por dentro. É bom demais! Em Portugal existem diversas versões de pão de ló, como o de Ovar (também molhadinho por dentro), de Guimarães, de Margaride, de Arouca e até o “à brasileira”. Para aproveitar o tempo extra em casa que a quarentena proporcionou, testei a receita e deu super certo, então decidi dividir ela aqui com vocês. 🙂 Lá vai: Pão de Ló de Alfeizerão | Ingredientes 8 gemas de ovos 2 ovos inteiros 8 colheres de sopa de açúcar 4 colheres de sopa de farinha de trigo 1 colher de chá de fermento Pão de Ló de Alfeizerão | Modo de preparo Comece batendo na batedeira os dois ovos com açúcar, até virar um …

A incrível sequência da Osteria del Valle

Um dos restaurantes que mais me surpreendeu nas minhas andanças recentes pela Serra Gaúcha foi a Osteria del Valle. Encontramos ele por acaso, não estava em nosso roteiro, mas foi amor à primeira garfada. Localizada no Vale dos Vinhedos, no andar superior da vinícola Peculiare, a Osteria del Valle é um negócio familiar. A casa é comandada pelo chef Álvaro da Silva, que tem como subchef sua irmã Marlice. Para uma experiência enogastronômica completa, entra em campo mais um irmão, o sommelier Adriano. Osteria del Valle – Sequência O cardápio da Osteria é muito saboroso e delicado. Tem inspiração na culinária italiana tradicional, mas também oferece releituras e receitas originais – eles chamam isso de “Cucina di Fusione”. O restaurante funciona em esquema de menu degustação, e todos os pratos podem ser repetidos à vontade. A experiência começa com uma cestinha de pães e focaccia de fermentação natural, acompanhados de queijo e salame coloniais, antepasto de berinjela e patê de fígado de pato. Eu amei tanto esse antepasto de berinjela que perguntei se eles vendiam. …

Bento Gonçalves: os risotos e filés do Chef M. Crippa

Especializado em filés e risotos, o restaurante Chef M. Crippa é um verdadeiro achado pra jantar perto dosCaminhos de Pedra. Localizado na própria casa do chef, o restaurante serve pratos deliciosos e encanta pelo excelente atendimento e pela decoração cheia de objetos, antiguidades e imagens que contam a história do querido Maurício Crippa. Chef M. Crippa – o ambiente O ambiente é aconchegante, um ótimo lugar para um jantar à dois depois de um passeio pelas vinícolas da região. Como comentei anteriormente, a decoração é um destaque na casa, e faz você se perder com os olhos pelos objetos de louça, livros, móveis, quadros e coleções. Eu, que sou fã de antiguidades e garimpos, adoro esse tipo de lugar que se encontra de tudo! ❤️ Leia mais: Casa Fontanari: um refúgio vitivinicultor no alto dos Caminhos de Pedra Chef M. Crippa – o jantar O cardápio do restaurante é bem grande, com diversas opções de variedades do mesmo tema – os “carros-chefe” da casa são os filés e os risotos. São tantas combinações de molhos …

Quando tudo passar, #ViajePeloRS

Em tempos de pandemia e quarentena, os posts do blog têm sido produzidos a partir de viagens feitas há pelo menos três meses. Por isso, fico feliz de compartilhar um assunto mais “fresquinho”: a minha participação na campanha colaborativa “Quando tudo passar, #ViajePeloRS”. A iniciativa, criada pelas jornalistas e empresárias Andressa Griffante (RSbloggers) e Anelise Zanoni (Way Content), convidou vários influenciadores de viagem e gastronomia do Estado a gravar um vídeo incentivando o turismo no Rio Grande do Sul de forma responsável, estimulando as pessoas a priorizarem destinos gaúchos quando o isolamento social acabar. Também fizeram parte da ação os influenciadores: Alexandra Aranovich (Café Viagem e @AmoSerraGaúcha), Aline Zagonel (InExperiência), Bárbara Pedroso (@barbaraapedroso), Cleo Sommer e Beto Attive (@cleoebeto), Eduardo Viero e Mônica Morás (Blog Eduardo e Mônica), Fernanda Pandolfi (Ida e Volta), Fran Agnoletto (Viagens que Sonhamos), Gabriela Meirelles (@agabipelomundo),  Juliana Palma (@jupalma), Leonardo Menezes e Priscila Azevedo (Barbadas pelo Mundo), Erleth Nunes (@erlethnunes), Milena Maciel (@destinosnabagagem) e Surian Dupont (Garfo e Mala). “Entendemos que essa atitude vai beneficiar não apenas quem trabalha diretamente …

Cinco motivos para visitar Farroupilha

Minha última viagem à Serra Gaúcha foi dedicada à uma cidade que fica localizada estrategicamente entre Garibaldi, Bento Gonçalves e Caxias do Sul, mas que nem sempre entra no roteiro de quem viaja à região dos vinhedos: Farroupilha. A cidade é considerada o berço da colonização italiana, pois foi lá que as primeiras famílias de imigrantes se estabeleceram, mais precisamente na localidade que posteriormente passaria a chamar-se Nova Milano, atual distrito de Farroupilha. O município oferece boa gastronomia, vinícolas encantadoras e muita beleza natural. Entre tantos atrativos, listei abaixo cinco lugares que fizeram parte do findi gostoso que passei na cidade e que super recomendo. Começando com a hospedagem: 1 – Farina Park Hotel O Farina Park Hotel fica bem na entrada de Farroupilha, e é uma excelente opção de hospedagem se você quiser passar um findi por lá (e aproveitar todos os outros lugares que vou indicar nesse post). O Farina é um hotel grande, possui 111 apartamentos e uma ótima estrutura. Porém, apesar de seu tamanho, o atendimento é acolhedor e muito querido. …

Arte in Távola, o delicioso restaurante do Farina Park Hotel

Alta gastronomia com inspiração italiana e aconchego de cantina: esse é o restaurante Arte in Távola, que fica dentro do Farina Park Hotel. Jantamos lá em nossa última viagem à Serra Gaúcha, quando ficamos hospedados nesse hotel super simpático. Se quiser saber como foi nossa experiência no Farina, clique aqui. Ficamos encantados com o atendimento, o ambiente acolhedor e, principalmente, com os pratos incríveis que comemos por lá. Vem ver como foi esse super jantar! 🙂 Leia mais: Cinco motivos para visitar Farroupilha Arte in Távola | Ambiente Como citei ali em cima, o Arte in Távola lembra uma cantina italiana daquelas bem tradicionais. As paredes são cobertas de objetos históricos, os móveis são rústicos e a iluminação é baixa. Um lugar perfeito para um jantarzinho especial! Arte in Távola | Gastronomia Mas apesar de o ambiente chamar a atenção dos clientes, é a gastronomia do restaurante que se sobressai. A proposta do restaurante foi implantada pelo chef italiano Mauro Cingolani, mas atualmente quem comanda a casa é o chef Luan Damiano. Damiano, assim como …

O simpático Farina Park Hotel, em Farroupilha

Se o seu destino de viagem for a região da Uva e do Vinho, o Farina Park Hotel é uma excelente opção de hospedagem. O hotel fica entre Bento Gonçalves e Garibaldi, na entrada de Farroupilha. Ou seja: localização perfeita pra aproveitar um pouquinho do que cada uma dessas cidades oferece. Leia mais: Cinco motivos para visitar Farroupilha Farina Park Hotel O Farina é um hotel grande, possui 111 apartamentos e uma ótima estrutura. Porém, apesar de seu tamanho, o atendimento é super acolhedor e querido. Cercado pela natureza, o Farina Park Hotel tem um belo jardim. Lugarzinho gostoso pra descansar e fugir da rotina da cidade, hein? Pensou que só porque é serra é frio? Que nada, no verão da Serra Gaúcha faz bastante calor. Por isso, o hotel também conta com uma piscina para adultos e outra menorzinha para crianças. O hotel dispõe, ainda, de academia, sala de jogos e de uma boa estrutura para eventos sociais e corporativos. Farina Park Hotel | Quarto O quarto que ficamos era equipado de wifi, frigobar, televisão, …

Quinze bate-voltas gastronômicos a partir de Porto Alegre

Eu adoro dar uma escapadinha da cidade em feriados ou finais de semana pra fazer passeios bate-volta. Esse tipo de experiência nos tira da rotina e nos fazem viajar por um dia, com o benefício de economizar na hospedagem. Esse é um daqueles “posts-guia”, que são um pouco compridos demais, mas que têm tanta dica boa que vale rolar a página até o fim. Veja abaixo 15 ótimos destinos próximos à Porto Alegre, pra ir e voltar no mesmo dia, mudar de ares e, de quebra, comer muito bem! 🙂 1 – Guaíba Pra ir até Guaíba você nem precisa pegar a estrada, pode ir pelo rio Guaíba mesmo, com o catamarã que liga as duas cidades. O município vem intensificando sua vocação turística há alguns anos, valorizando seus patrimônios históricos e naturais. Além disso, diversos pontos de visitação encontram-se próximos uns dos outros, então em poucas horas você consegue visitar locais como o Sítio Histórico da cidade, a Vitrine Cultural e o Mirante 14 de Julho. Leia mais: O que fazer em Guaíba Para …

Clô: o restaurante e o wine bar da Luiz Argenta

Contei nesse post como foi participar da Colheita Experience, programação especial para a vindima organizada pela Luiz Argenta, vinícola de Flores da Cunha. Um dos pontos altos da experiência foi o almoço harmonizado no Clô, localizado no andar superior da vinícola. Eu já estava há bastante tempo querendo conhecer o local, e ele superou as minhas expectativas. Já entrou pra listinha dos favoritos da Serra Gaúcha! Por isso, mereceu um post especial. 🙂 Clô Restaurante Grandes janelas envidraçadas com vista para os vinhedos, mobiliário elegante, pratos que enchem os olhos. Assim como na vinícola, a elegância está presente no local. O restaurante tem um visual apaixonante! O pai dos proprietários deu o nome à vinícola, Luiz Argenta. Já o Clô foi uma homenagem à dona Clorida, matriarca da família. A qualidade e delicadeza dos pratos honram o nome da mãe. Clô Restaurante – Almoço harmonizado O almoço iniciou com pães italianos e caponata, harmonizado com espumante L.A. Brut. O espumante continuou sendo a harmonização da primeira entrada, um carpaccio de beterraba com vinagrete de uva, ricota …