Últimas, Destinos no Brasil, Guaíba
Deixe um comentário

Roteiro: o que fazer em Guaíba

Localizada a 30km de Porto Alegre, Guaíba é uma cidade que vale a visita dos porto-alegrenses em busca de um bate-volta super bacana. Além disso, com o surgimento do catamarã que liga as duas cidades, fazer o trajeto pelo rio* fica ainda mais gostoso.

Eu fui à Guaíba para almoçar no restaurante Caisinho, mas chegando lá descobri um roteiro super bacana e rápido de ser percorrido.

O município vem intensificando sua vocação turística há alguns anos, valorizando seus patrimônios históricos e naturais. Além disso, diversos pontos de visitação encontram-se próximos uns dos outros, então em poucas horas você consegue ver tudo.

Abaixo, vou contar um pouco sobre cada um dos lugares que conhecemos! 😉

* Sim, eu sei que o Guaíba não é rio, e sim um lago, mas eu me criei na Zona Sul de Porto Alegre, bem pertinho dele. Como durante toda a vida eu chamei de rio Guaíba (e, na real, todo mundo que conheço ainda chama ele de rio), não é natural pra mim chamar ele de lago. Então nesse blog vai ser Rio Guaíba sim! kkk

Sítio Histórico de Guaíba

Vamos começar o roteiro pelos pontos que renderam à cidade o título de “Berço da Revolução Farroupilha”. A Casa de Gomes Jardim e o Cipreste Histórico estão situados no espaço denominado “Sítio Histórico de Guaíba”, que é tombado pelo patrimônio histórico do Rio Grande do Sul.

O cipreste, que tem mais de 200 anos, foi o cenário escolhido pelos líderes da revolução para planejar a tomada de Porto Alegre, que aconteceu em 1835. A árvore é um monumento natural e cultural do município, e está presente no hino, no brasão e na bandeira de Guaíba.

Em frente à arvore, fica a casa de Gomes Jardim, um dos maiores líderes da Revolução. A antiga sede da estância das Pedras Brancas, construída no final do século XVIII, é aberta ao público – a visita guiada custa R$ 3.

Guaiba cipreste

Guaíba | Cipreste Histórico e a casa de Gomes Jardim

Também faz parte do Sítio Histórico a praça Gomes Jardim, onde um monumento em homenagem ao líder farroupilha guarda seus restos mortais.

Guaiba monumento e tumulo

Guaíba | Monumento à Gomes Jardim

Vitrine Cultural

Logo ao lado da praça, fica a Vitrine Cultural, um espaço destinado à divulgação e promoção das atividades culturais de Guaíba e região.

Guaiba vitrine cultural

Guaíba | Vitrine Cultural

Além de abrigar a Chama Crioula do Milênio, o espaço tem uma mostra permanente sobre a história de Guaíba e da Revolução Farroupilha.

Guaiba vitrine cultural interno

Guaíba | Vitrine Cultural

Guaiba vitrine cultural cenario

Guaíba | Vitrine Cultural

As visitas são gratuitas. O espaço fica aberto de terça a domingo, das 10h30 às 17h30.

Igreja Nossa Senhora do Livramento

A poucos passos do Sítio Histórico, fica a Igreja Nossa Senhora do Livramento, padroeira do município, que tem mais de 100 anos de história.

No local, antes da construção da igreja, existia uma capela (ainda na propriedade de Gomes Jardim). Mas, com o crescimento da população local, a capela tornou-se uma Freguesia e, posteriormente, ali foi edificada a igreja, um dos principais ícones da cidade.

Guaiba igreja

Guaíba | Igreja Nossa Senhora do Livramento

Clown Café

Depois de passear e conhecer mais da história local, é chegada a hora de tomar um cafezinho, não é mesmo? 🙂

Então o melhor lugar para isso é o Clown Café, que fica bem em frente à Vitrine Cultural.

Guaiba Clown cafe fachada 2

Guaíba | Clown Café

O lugar é super simpático, e tem uma decoração divertida e peculiar.

Tem até alguns acessórios pros clientes tirarem fotos divertidas. Claro que sou boba o suficiente e aproveitei! 🙂

Guaiba Clown cafe eu

Guaíba | Palhacita no Clown Café

O Clown Café funciona de terça a sexta-feira, das 11h ás 18h30; e sábados e domingos, das 14h, às 19h.

Mirante e Escadaria 14 de Outubro

Bem ao lado do Clown Café fica o Mirante da Escadaria 14 de Outubro, que tem uma vista linda da cidade e do rio Guaíba. A escadaria foi construída no lugar da antiga Lomba do Inferno, uma rua muito ingrime que havia no local.

Guaiba escadaria

Guaíba | Escadaria 14 de Outubro

Descendo pela escada e percorrendo poucas quadras, chegamos na beira do rio.

Orla do Guaíba

Caso você vá para a cidade de catamarã, a Orla do Guaíba é o primeiro ponto turístico dessa sugestão de roteiro que você irá encontrar, pois é lá que acontece o desembarque da travessia. Esse é também um dos pontos mais legais da cidade!

Além do município que leva seu nome, o rio Guaíba banha as cidades de Porto Alegre, Eldorado do Sul, Barra do Ribeiro e Viamão. Além de fazer parte da identidade visual da região, as suas águas são utilizadas para abastecimento hídrico, diluição de águas residuais (como esgotos), recreação, pesca, esportes aquáticos e navegação.

Passeando pelo calçadão, podemos observar a Ilha de Pedras Brancas, além de uma bela vista da cidade de Porto Alegre.

Guaiba calçadão

Guaíba | Orla do Guaíba

É na Orla do Guaíba que está instalado o próximo tópico desse post – aliás, o meu favorito. 🙂

Restaurante Caisinho

O Caisinho é um dos melhores pontos gastronômicos da cidade: comida excelente, atendimento acolhedor e uma vista incrível – ele fica bem na beira do rio.

Guaiba Caisinho restaurante

Guaíba | Restaurante Caisinho

O cardápio do restaurante é bem diversificado (conta com filés, aves, peixes e petiscos variados – acesse aqui), mas eu resolvi apostar nos pratos com camarão e não me arrependi. Estava tudo muito delicioso!

Guaiba Caisinho camarão milanesa

Guaíba | Os camarões do Caisinho

O almoço no Caisinho rendeu um post só pra ele. Se você quer saber o que mais que comemos por lá e todas as nossas impressões, clique aqui.

Transporte

Catamarã

O trajeto entre Porto Alegre e Guaíba dura cerca de 20 minutos e conta com belas paisagens pelo caminho. O embarque na capital pode ser feito em dois locais: Cais Mauá (Centro) e no Píer do Barra Shopping Sul.

Para saber mais sobre este passeio, bilhetes e valores visite o site: www.travessiapoaguaiba.com.br

Jardineira

Caso você vá para a cidade de catamarã, uma boa opção para percorrer os pontos turísticos da cidade é a Jardineira, a linha turismo de Guaíba. O passeio inicia na Hidroviária de Guaíba, onde é feito o desembarque do catamarã.

A Jardineira custa R$ 9 por pessoa e opera aos sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 16h30. De segunda a sexta o passeio pode ser feito mediante agendamento. O trajeto conta com um guia turístico e tem duração de aproximadamente uma hora.

Para mais informações, acesse o site da Prefeitura de Guaíba.

E então, o que acharam desse roteiro? Garanto que esse é um ótimo programa de final de semana! 🙂

 

Leia mais: Restaurante Caisinho: boa gastronomia com vista para o Guaíba

Para acompanhar minhas viagens e experiências gastronômicas em tempo real, siga o meu perfil no Instagram e curta a minha página no Facebook. 😉

 

Deixe seu comentário! :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.