Últimas, Comida, DESTAQUE 2, Destinos no exterior, Gastronomia, Portugal
Comentários 3

Além do bacalhau: conheça dez pratos típicos de Portugal

Esse é um dos meus modelos de posts favoritos! Além de experimentar, eu adoro escrever sobre os pratos típicos dos lugares que visito! (Já leu os posts da Jamaica, do Marrocos e das Seychelles?)

Meus roteiros gastronômicos, com a checklist de tudo que eu tenho que degustar nos lugares, são imensos! Eu sempre pesquiso bastante sobre tudo que eu tenho que comer pra sentir o verdadeiro sabor dos meus destinos.

Tem muita gente que viaja pra Portugal pensando que só vai encontrar diversas versões de bacalhau, mas a gastronomia do país é muito abrangente e diversificada.

Veja abaixo quais são os dez pratos típicos que você precisa provar por lá:

Arroz de Pato

O Arroz de Pato tem a sua origem no seminário mais antigo de Portugal: o seminário de Braga, cidade que fica ao Norte de Portugal – ele também é conhecido como “Arroz de Braga”.

Apesar de existirem algumas variações, a receita original é composta por principalmente três ingredientes: arroz, pato e chouriço. O pato é cozido em uma água temperada, que depois é utilizada para preparar o arroz.

O arroz fica soltinho, marcado pelos aromas e sabores fortes do pato e do chouriço. Delícia! 😋

Arroz de Pato - Taverna dos Trovadores

Arroz de Pato

Onde comi: Taverna dos Trovadores (Praça Dom Fernando II, nº 18 – Sintra)

Polvo à Lagareiro

Nessa receita, depois de cozido, o polvo é grelhado. E então é servido com bastante azeite, e pode ser acompanhado de alho, cebola e pimentão. Como acompanhamento clássico, as batatas ao murro.

A expressão lagareiro vem de um indivíduo que trabalha em um “lagar”, local onde é feita a separação da parte líquida da sólida das olivas em uma produção de azeite. Nesse contexto, a expressão é utilizada para salientar a quantidade abundante de azeite para regar o polvo. Adorei conhecer essa história! 🙂

Polvo

Polvo à Lagareira

Onde comi: Invicta Madragoa (Rua da Esperança Madragoa, nº 140 – Lisboa); Adega São Nicolau (Rua de São Nicolau, nº – Porto)

Amêijoas à Bulhão Pato

Com origem na região do Porto, o prato de Amêijoas à Bulhão Pato é um petisco elaborado com amêijoas (as conchinhas), azeite, coentro, sal, pimenta, limão e, principalmente, bastante alho!

Esse é um prato muito comum de ser encontrado em marisqueiras e cervejarias. Dizem que o nome do prato é um tributo ao poeta português Raimundo António de Bulhão Pato, que mencionou o cozinheiro que criou o petisco em um de seus textos.

Uma delícia para acompanhar bons drinks portugueses.

26

Amêijoas à Bulhão Pato

Onde comi: Adega Tia Matilde (Rua Beneficência, nº 77 – Lisboa)

Sardinha Assada

Um dos maiores clássicos da culinária portuguesa, a Sardinha Assada é um prato oriundo da forte tradição de pesca do país. Esse prato foi escolhido como uma das Sete Maravilhas da Gastronomia Portuguesa.

Você já ouviu falar na frase “Puxar a brasa à nossa sardinha”? Esse ditado popular vem do próprio preparo do prato – colocando o peixe na grelha para assar no calor do carvão. (Aqui no Rio Grande do Sul a expressão foi levemente alterada, trocando “sardinha” por “assado”. Terra de churrasqueiro é assim! 😉)

Sardinha

Sardinha Assada

Onde eu comi: Restaurante Escondidinho (Rua Passos Manuel, nº 144 – Porto)

Leitão à Bairrada

O Leitão à Bairrada é um prato oriundo da cidade de Mealhada e também foi consagrado como uma das Sete Maravilhas da Gastronomia Portuguesa. Na receita, o leitão é assado por cerca de 2 horas em forno à lenha, depois é cortado em pequenos pedaços, e servido com a pele (super) crocante virada para cima.

Atualmente, são servidos cerca de três mil leitões diariamente na região da Bairrada (onde fica a cidade de Melhada) – o prato realmente virou uma atração turística dessa localidade.

Rei dos Leitoes

Leitão à Bairrada

Onde comi: Rei dos Leitões (Avenida Restauração, nº 17 – Mealhada)

Caldo Verde

O Caldo Verde é uma sopa que tem como ingredientes básicos batata, couve, chouriço, azeite, alho e cebola, e tradicionalmente é preparada em uma panela de ferro, com a ajuda de uma colher de pau.

O resultado é um caldo leve de batatas com um forte perfume do embutido e com o tom esverdeado por conta das couves que são cortadas bem fininhas. Esse é o prato português que mais sai lá em casa no inverno! 🙂

Caldo Verde

Caldo Verde

Onde comi: Cervejaria Brasão (Rua de Ramalho Ortigão, nº28/ Rua de Passos Manuel, nº 205 – Porto)

Feijoada de Mariscos

Experimentar a feijoada de mariscos é uma experiência que estimula o paladar, imperdível para quem visita Portugal. É um prato surpreendente para nós brasileiros que estamos acostumados com a feijoada de feijão preto e carne de porco.

O caldo encorpado pelo feijão branco mistura o sabor forte do chouriço e a delicadeza dos frutos do mar.

Uma verdadeira explosão de sabores!

Feijoada de Marisco - Taberna dos Mercadores

Feijoada de Mariscos

Onde comi: Taberna dos Mercadores (Rua dos Mercadores, nº 36 – Porto)

Arroz de Marisco

O Arroz de Marisco foi criado na Praia de Vieira de Leiria, na região da Marinha Grande. A cidade se tornou um ponto turístico gastronômico por conta de sua invenção – que passou a ser replicada em diversos pontos de Portugal.

O prato é servido diretamente em um tacho de barro ou panela de alumínio, e chega na mesa ainda fervilhando. Frutos do mar como camarões, lagosta, peixe, amêijoas e mexilhões conferem-lhe um sabor único de mar! Gostei tanto que em dez dias eu comi três vezes! 😋

Arroz de mariscos

Arroz de Marisco

Onde comi: Uma Marisqueira (Endereço: Rua dos Sapateiros, nº 177 – Lisboa)

Galo à Bordalesa

O Galo à Bordalesa é uma receita de tempero forte e marcante, a ave é cozida lentamente com vinho tinto. Um dos melhores pratos que comi na viagem! Devorei inteira uma panelinha que serviria duas pessoas.

Existe, ainda, outra versão de receita de ave muito famosa em Portugal – a Galinha à Cabidela. Nesse caso, em vez do vinho, entra o sangue do animal (mas esse prato eu não cheguei a experimentar).

Galo à Bordalesa

Galo à Bordalesa

Onde comi: Adega São Nicolau (Rua de São Nicolau, nº – Porto)

Açorda de Mariscos

A Açorda de Mariscos foi o prato mais surpreendente que experimentamos em Portugal.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O prato é feito com pão dormido, cozido em um caldo de frutos do mar. A textura fica semelhante a uma polenta, e um sabor intenso de mar na boca! 🤤

Em alguns casos (como nesse da foto), a Açorda vem com um ovo mollet por cima – e é o garçom mesmo quem mistura todos os ingredientes na mesa do cliente.

Porto

Açorda de Mariscos

Onde comi: Taberna dos Mercadores (Rua dos Mercadores, nº 36 – Porto).

Se depois de conhecer essas opções você ainda ficou com vontade de comer todos os pratos de bacalhau possíveis em Portugal, clica aqui pra saber quais são os mais imperdíveis! 😉

E se quiser ler todos os outros posts de Portugal, clique aqui.

Para acompanhar minhas viagens e experiências gastronômicas em tempo real, siga o meu perfil no Instagram e curta a minha página no Facebook. 😉

3 comentários

    • Aline Rocha Machado diz

      Tenho muita vontade de comer esse leitão de novo! 🙂
      Mas o que fiquei com mais vontade de comer quando estava escrevendo esse texto foi a Açorda de Mariscos! 😋
      Saudades de Portugal!

Deixe seu comentário! :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.