Últimas, Comida, Destinos no exterior, Gastronomia, Marrocos
Deixe um comentário

Nomad, o restaurante moderninho de Marrakech

Em 2014, Kamal Laftimi e Sebastian de Gzell assumiram uma antiga loja de tapetes da famosa praça de especiarias Rahba Lakdima (Place des Épices) e, ao lado do designer de interiores Romain Meniere, a transformaram no restaurante mais cool da cidade, o Nomad.

O visual do lugar é muito bacana! Ele é todo moderninho, do tipo rooftop, com dois níveis de terraços que oferecem vistas fantásticas da Cordilheira dos Atlas e da medina.

nomad terraço

Apesar de querer conhecer os restaurantes de comida mais clássica, fiquei muito curiosa quando li sobre o Nomad e resolvi incluir no roteiro.

Nomad – gastronomia marroquina moderna

Com ênfase em ingredientes frescos, o restaurante serve “comida marroquina moderna” – releituras da cozinha tradicional e também pratos internacionais influenciados pela gastronomia local.

Como sempre no Marrocos: nada de bebida alcoólica. Limonada geladinha pra acompanhar o jantar.

Ah, repare no canudo de metal da foto abaixo: eu ganhei de presente da minha irmã e passei a levá-lo nas minhas viagens. Que tal fazer isso também e evitar o uso de canudos plásticos? Você pode ler mais dicas sobre turismo sustentável no site Quase Nômade. 😉

Nomad suco

O pão está presente em todas as refeições do Marrocos. O pão do Nomad foi um dos que mais gostamos. Ele tinha um trigo moído grosso na casca e o miolo bem leve, com muitos alvéolos. Um ótimo start!

Nomad pão

Nomad – Entradas

É muito difícil escolher as entradas do Nomad. São treze opções de pratos quentes e frios tão inusitados que dá vontade de provar tudo!

Optamos pelo Modern Tunisian Brik – massa muito fina e crocante, recheada com carne de gado desfiada e super temperada, ovo cozido e purê de nabo, coberta com um molho de harissa verde. Uma delícia!

A salada de lentilha com beterraba defumada e queijo feta de Essaouira foi um dos pratos mais gostosos da viagem, pra mim essa é uma das grandes pedidas do restaurante.

Nomad Entradas

Nomad – Pratos principais

De principal eu pedi um cordeiro braseado com cogumelos, cebola, anis, raspas de laranja e gengibre. De comer de joelhos de tão bom!

Nomad tajine

O Vinícius escolheu lulas de Agadir com molho de cominho, anchovas e harissa, servido com bulvo de erva doce assado. Confesso que não sou muito fã de lula, mas o molho e a erva doce estavam de lamber os beiços!

Nomad Lulas

Para acompanhar os pratos pedimos batatas salteadas e um cuscuz de couve-flor com ervas aromáticas. Os dois eram super temperados, cada um com seu sabor diferente e contrastante.

Nomad – Sobremesa

O grand finale fica por conta do clafoutis de maçã e beterraba, com sorvete de alfarroba e calda de frutas vermelhas.

Eu amo clafoutis e esse tava memorável!

Nomad Clafoutis

Enfim, pratos maravilhosos e ambiente incrível. Gostamos tanto que também fomos nos outros dois restaurantes dos mesmos donos, o Café des Epices e o Le Jardin.

Se você está com planos de ir à Marrakech, não deixe de conhecer o Nomad. Ah, recomendo muito ir no final da tarde para pegar o pôr do sol. 😉

Serviço:

O Nomad funciona todos os dias, das 11h às 23h.
É aconselhável reservar – você pode fazer isso diretamente no site do Nomad.
Endereço: Rua Derb Aarjane, nº 1.

 

Para ler os outros posts do Marrocos, clique aqui. 🙂

Para acompanhar minhas viagens e experiências em tempo real, siga o meu perfil no Instagram e curta a minha página no Facebook. 😉

Deixe seu comentário! :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.