Últimas, Comida, Destinos no exterior, Gastronomia, Marrakech, Marrocos
Deixe um comentário

Cinco restaurantes imperdíveis em Marrakech

A primeira vez que comi um prato marroquino foi em um restaurante de Paris (falei sobre ele nesse post). Aquela mistura de temperos era diferente de tudo que eu já tinha provado, e os pratos eram coloridos e perfumados. Fiquei completamente apaixonada na hora!

Desde então, sempre tive vontade de conhecer o Marrocos e me esbaldar em tajine e cuscuz.

A minha viagem à Marrakech surgiu meio que de surpresa pra gente. Compramos uma passagem para Portugal com uma escala em Casablanca de 24h. Como remarcaram meu voo, eu pude mexer na escala e transformar as 24h em 5 dias – gratuitamente. (Você sabia que isso é possível?)

De Casablanca partimos para Marrakech para fazer um food tour na cidade. Fomos em diversos restaurantes, comemos muito na feira Jemaa el-Fna (principal e mais célebre praça da cidade, que concentra diversas bancas de comidinhas), conhecemos os pratos típicos e até desvendamos os segredos da culinária marroquina em um workshop.

View this post on Instagram

✨Tesouro marroquino✨ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Uma das características mais marcantes da gastronomia marroquina é o sabor acentuado das ervas e especiarias. Entre os condimentos mais utilizados estão a páprica, o cominho, a pimenta do reino, o gengibre e o açafrão. Mas o tempero que mais representa o país é o Ras-El-Hanout. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O Ras-El-Hanout é um "mix" de especiarias que pode incluir até 30 ingredientes. Em árabe, Ras-El-Hanout significa "o melhor da loja". Então cada estabelecimento produz a sua própria mistura, triturando em conjunto as suas melhores e mais aromáticas especiarias. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Nós compramos Ras-El-Hanout em três lugares diferentes e cada um tinha uma coloração e perfume diferente. Agora tenho que experimentar o sabor – já tô louca pra começar a reproduzir as receitinhas que aprendemos no workshop de gastronomia marroquina que fizemos por lá! 😋😋😋 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 📍Ah, e pra quem quer saber onde está localizada essa loja (que na minha opinião era a mais linda de todas): fica na praça em frente ao @cafedesepices (praça Rahba Lakdma). Já salva esse post pra quando você for à Marrakech. 😉 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Você também tem um amor incondicional por especiarias? 🥰

A post shared by Sem Pressa de Voltar (@sempressadevoltar) on

Bem, de todos os restaurantes que fomos, surgiu um TOP FIVE. Esses são os cinco que mais amamos conhecer:

1 – Corner Café

O Corner Cafe é um dos estabelecimentos mais disputados de Marrakech. Só conseguimos uma mesa na terceira tentativa – nas duas primeiras vezes que fomos ele estava lotado.

O local é simples e tem poucos lugares, mas foi lá que tivemos um dos melhores jantares da nossa viagem! 😋

Eu não vou me estender muito aqui, porque tem um post inteirinho só falando sobre a nossa experiência no Corner. Clica aqui pra ler! 😉

Corner Cafe_kafta

Endereço: Kennaria Dabachi, nº 18.

2 – La Cantine des Gazelles

O La Cantine des Gazelles fica pertinho da praça Jemaa El-Fna e serve pratos típicos marroquinos a um preço super justo.

Chegando lá eu já me apaixonei de cara: o restaurante tem a decoração toda rosa, é muito fofo!

Cantine des gazelles

La Cantine des Gazelles

O menu oferece tajines e cuscuz super molhadinhos e temperados, mas também conta com sanduíches, espetinhos e saladas. O tajine de frango com limão confitado e azeitonas foi o meu favorito de toda a viagem! (E olha que eu comi ele em mais dois lugares, inclusive no incrível Corner Cafe.)

Esse foi o único restaurante que resolvemos repetir a dose. Amamos meeeeesmo, recomendo muito!

Frango azeitonas

La Cantine des Gazelles – Tajine de frango, limão confitado e azeitonas

Endereço: Kennaria Dabachi, nº 6.

3 – Nomad

O Nomad é um rooftop todo moderninho com vista para a cidade. O restaurante serve “comida marroquina moderna” – releituras da cozinha tradicional e também pratos internacionais influenciados pela gastronomia local.

Nomad Marrakech

Todos os pratos eram surpreendentemente bons, e o ambiente era incrível. Parecia um restaurante nova-iorquino em meio à medina.

A salada de lentilhas com beterraba defumada e queijo feta que comemos de entrada foi um dos pratos mais gostosos da viagem!

Nomad Entradas

Nomad – entradas

Se quiser ler o post que conta a experiência completa no Nomad, clique aqui. 😉

É aconselhável reservar – você pode fazer isso diretamente no site do Nomad.

Endereço: Derb Aarjane, nº 1.

4 – Le Jardin

O Le Jardin é dos mesmos donos do Nomad e decidimos ir lá depois de termos nos apaixonado completamente pelo primeiro.

O restaurante parece um oásis na cidade laranja de Marrakech: as mesas ficam em meio à um jardim, e tem até tartarugas passeando em volta dos clientes.

Le Jardin

Le Jardin

Começamos com um mix de saladas da casa, e todas eram incríveis. Aliás, os marroquinos são muito bons de saladas!

O Vinícius pediu a Tanjia, um prato super típico do Marrocos, onde a carne é cozida por algumas horas dentro de um pote de barro. Chegou desmanchando e muito saborosa!

Já eu experimentei um tajine de peixe com erva doce maravilhoso! Ai, eu sou apaixonada por bulbo de erva doce.

Le jardin_peixe e erva doce

Le Jardin – Tajine de peixe e erva doce

Reservas podem ser feitas pelo site. Recomendo!

Endereço: Souk Jeld Sidi Abdelaziz, nº 32.

Naranj

Esse restaurante de gastronomia libanesa e marroquina nos surpreendeu positivamente em todos os seus preparos.

De entrada, pedimos um prato com vários petiscos diferentes, como homus, kibe, samosas e saladinhas. Cada um deles era uma verdadeira explosão de sabor!

Naranj_entradas

Naranj – Signature Mezzés Plate

Pedimos dois pratos principais e não conseguimos decidir qual era o mais gostoso.

Um deles era o Harak Issbaou – macarrão com lentilhas, coentro, alho e cebolas fritas.

O outro prato escolhido foi o Fatet Batinjane – uma berinjela com carne moída, tomate, molho de iogurte e pão pita frito (foto abaixo).

Naranj_Fatet Batinjane

Naranj – Fatet Batinjane

Os drinks não alcoólicos também surpreenderam. Destaque para o Naranj – suco de laranja, limão e manjericão. 😋

O cardápio completo (com preços) está disponível no site http://www.naranj.ma/.

Endereço: Rue Riad Zitoun el Jdid, nº 84.

Me conta: já foi em algum restaurante dessa lista? O que achou? Comenta aqui em baixo! 🙂

 

Para ler os outros posts do Marrocos, clique aqui.

Para acompanhar minhas viagens e experiências gastronômicas em tempo real, siga o meu perfil no Instagram e curta a minha página no Facebook. 😉

Deixe seu comentário! :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.