Últimas, Comida, Destinos no exterior, Gastronomia, Portugal
Deixe um comentário

Onde comer muito bem em Lisboa

Lisboa é uma das capitais mais importantes da Europa quando o assunto é gastronomia. A culinária portuguesa é super conceituada no mundo inteiro e, ao mesmo tempo, é um tanto familiar para nós brasileiros. Não são sabores exóticos ou temperos estranhos – a diferença está na qualidade dos ingredientes e na execução. Se come muuuito bem em Portugal!

Difícil mesmo é escolher onde comer! São diversos restaurantes ótimos, e eu demorei algum tempo pra fazer o meu roteiro. Mas acredito que cheguei em lugares surpreendentes, deliciosos, com alma e atendimento primoroso.

Essa é a lista dos lugares que eu super recomendo em Lisboa:

Invicta Madragoa

Eu não poderia começar com outro restaurante, senão o Invicta. Ambiente simples e pequeno (são apenas seis mesas), frutos do mar frescos, comida que emociona de tão gostosa. Leia o post completo sobre nossa experiência lá pra entender melhor do que eu tô falando! 😉

14

Endereço: Rua da Esperança Madragoa, nº 140.

Uma Marisqueira

O Uma Marisqueira não estava em nosso roteiro, mas o João, chef pasteleiro que nos ensinou a fazer Pastel de Nata, recomendou fortemente esse lugar. Então, como eu adoro sugestões de “locais”, lá fomos.

Arroz de Marisco é um dos pratos típicos de Portugal (faz parte, inclusive, das 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa). E, segundo o João, o Uma Marisqueira é o melhor lugar de Lisboa pra experimentá-lo. Lá não tem nem cardápio, esse é o único prato servido no restaurante. É só sentar e esperar a felicidade chegar…

O arroz é servido diretamente em panela de alumínio, e chega na mesa ainda fervilhando. Frutos do mar como camarões, lagosta, peixe, amêijoas e mexilhões dão ao arroz um sabor único de mar! Eu queria entrar na panelinha e ficar lá pra sempre! Demais!

Arroz de mariscos

Endereço: Rua dos Sapateiros, nº 177

A Casa do Bacalhau

A cada 10 motoristas de Uber que eu pedia sugestões de restaurantes, 10 respondiam A Casa do Bacalhau. Mas esse já estava no roteiro, a casa é famosa pela qualidade de seus pratos.

Pedimos um Bacalhau à Gomes de Sá (foto) e um Bacalhau às Natas. O Gomes de Sá chegou primeiro e eu pensei que não poderia existir nada melhor do que aquilo. E então, o às Natas chegou metendo o pé na porta e dizendo: “você vai se apaixonar por mim e é agora meeesmo!”

A sobremesa também foi um espetáculo, que chegou a entrar no post das mais memoráveis da viagem.

116

Endereço: Rua do Grilo, nº 54.

Gambrinus

O Gambrinus é um restaurante clássico de Lisboa, fundado em 1936. E você nota isso desde a entrada: os móveis são antigos, os garços usam uniformes mais tradicionais, os pratos têm o selo da casa (acho isso mó cara de restaurante clássico!).

Pedimos uma cataplana de frutos do mar e tivemos um verdadeiro espetáculo à nossa frente, desde a abertura da panela (recipiente ovalado, com o mesmo nome do prato – cataplana), até a montagem dos dois pratos, com os ingredientes milimetricamente organizados. Ah, e o sabor… incrível!

Não posso deixar de reverenciar o atendimento simpatissíssimo dos garçons! (Mas fica a dica, se você quiser economizar, esse não é o lugar – foi a refeição mais cara de toda a viagem.)

125

Endereço: Rua das Portas de Santo Antão, nº 23.

Cervejaria Ramiro

A Cervejaria Ramiro está em todas as listas de recomendação de “onde comer em Lisboa”, então fomos até lá conferir! O local recepciona os clientes com uma grande vitrine de frutos do mar.

O pão quentinho com manteiga é o primeiro a chegar. Pedimos os clássicos camarões ao alho e óleo da casa, que chegaram fervilhando na mesa e a sapateira (esse crustáceo gigante ali da mesa) – que, para a nossa surpresa, é servido gelado. Mesmo assim, muito gostoso.

Lá é o lugar para você experimentar frutos do mar que só tinha ouvido falar – ou nem isso. Tem de tudo! No cardápio, a maioria dos itens têm seu preço divulgado por kg – então você pode pedir “100g de Percebes”, por exemplo. Não sabe o que é Percebe? Clica aqui.

126

Endereço: Avenida Almirante Reis, nº 1.

Adega Tia Matilde

Fundado em 1926, a Adega Tia Matilde é um restaurante familiar. O cardápio aposta em pratos portugueses tradicionais, muito bem executados.

Começamos a noite com as Amêijoas à Bulhão Pato (prato super típico – as conchas são temperadas com alho e azeite). Depois, pedimos um bacalhau na brasa incrível e também um cabrito assado – que foi um dos melhores pratos que comemos em Portugal. Ah, se for lá, não deixe de experimentar o arroz doce, que chega quentinho na mesa.

Comemos muitíssimo bem e, acredite se quiser, ainda ganhamos um tour na cozinha e uma carona pra casa. (Aline depois de uma tacinha de vinho fica muito falante!)

29

Endereço: Rua Beneficência, nº 77.

Time Out Market

O Time Out Market é um grande complexo gastronômico localizado no Mercado da Ribeira. São 24 restaurantes, 8 bares e diversos espaços comerciais.

O ambiente é descontraído – na mesma mesa pode ter gente comendo hambúrguer, sushi, Pastel de Nata (tem box da Mantegaria lá), e os pratos mais típicos da cozinha portuguesa. O local conta, ainda, com a presença de renomados chefs portugueses.

Se você está na dúvida do que quer comer, pode ir até lá e provar um pouco de tudo! É uma ótima maneira de experimentar comida boa a um preço inferior do que se paga em restaurantes. 

127

Bochecha de porco com purê de moranga – box A Cozinha da Felicidade

Endereço: Avenida 24 de Julho, nº 49.

Já foi em algum desses restaurantes? Comenta aqui em baixo! 🙂

 

Se você é mais do tipo “formiguinha”, clica aqui pra ler o post com os 15 doces que você precisa experimentar em Portugal! 😉

 

Para acompanhar minhas viagens e experiências em tempo real, siga o meu perfil no Instagram e curta a minha página no Facebook. 😉

Deixe seu comentário! :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.