Destinos no Brasil, RS, São Francisco de Paula
Comentários 2

La Ventana, um refúgio de tranquilidade em meio à natureza

Geralmente procuramos por locações no Airbnb depois de escolher o destino para onde estamos indo. Mas e quando a própria hospedagem é uma experiência completa?

No último final de semana descobri uma casa incrível, localizada nos Campos de Cima da Serra – o lugar perfeito para desconectar da correria da vida urbana.

Um refúgio para trocar a televisão e os feeds do celular por ler um livro, admirar a paisagem e conversar em frente à lareira, ouvindo um disco de vinil.

22

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

Sou uma pessoa movida a metas e esse ano bombou muito no primeiro semestre, mas começou um pouco capenga no segundo. Agosto, o mês do desgosto + inferno astral não ajudaram muito.

Dois dias no Refúgio La Ventana foram suficientes pra colocar a cabeça em ordem de novo: um reforço energético entre amigos, em meio à natureza.

10

Refúgio La Ventana – uma casa com alma

O Refúgio La Ventana é uma propriedade  localizada em um lugar isolado e tranquilo, no distrito de Cazuza Ferreira. A região oficialmente pertence a São Francisco de Paula, mas está localizada entre São Francisco de Paula e Caxias do Sul. Para chegar na casa, você anda por cerca de 14 km em estrada de chão.

17

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

Os proprietários são os queridos Alexandre e Giovanna. Ela me contou a história do local: “a família do Alexandre é de Cazuza Ferreira e ele sempre teve a vontade de ter o seu próprio “cantinho” por lá. Assim, ele adquiriu um pedaço de terra dos seus tios, Sandra e Zanoni, em uma área muito especial, junto ao rio Tomé.

A casa foi construída com o auxílio de familiares e amigos e os materiais são predominantemente reutilizados. Os tijolos, por exemplo, são oriundos de fornos de secagem de fumo que estavam desativados. As madeiras das paredes, piso e teto eram de casas antigas que foram demolidas na serra gaúcha (inclusive casas da própria família). As aberturas (portas e janelas), eram de casas centenárias que existiam no interior de Vera Cruz.”

É uma casa com alma, que já tem um legado e uma história. E você consegue perceber isso em cada detalhe dessa propriedade.

18

Las Ventanas da casa – de onde vem o nome

Pra explicar de onde veio o nome La Ventana, vou reproduzir um texto do site da propriedade, que achei muito divertido:

“Bom, talvez colocar o nome em uma casa pareça muito pretensioso. Mas não é. Ocorre que, em uma visita ao Chile, pudemos conhecer duas das três casas do poeta Pablo Neruda no país. Cheias de personalidade, com arquitetura e decoração muito peculiares, cada residência recebeu de Neruda um nome (relacionado a algo íntimo da própria casa).

Pois bem: isso nos pareceu um tanto divertido. Ora, esta pequena residência em Cazuza Ferreira, idealizada e construída também com tanta personalidade, nascida e já habitada por tantas histórias, não lhe caberia um nome? De pronto, surgiu um. ‘Ventana’ significa ‘janela’, que é, indubitavelmente, a presença mais marcante da casa. São muitas, enormes e antigas as janelas. Pronto, a casa já tem nome, agora só falta virar poeta.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estrutura

A casa tem acomodações para 6 pessoas (são três quartos) e oferece, se necessário, colchões extras para mais quatro hóspedes.

São dois quartos de casal. Esse, abaixo, foi o que ficamos. É um quarto amplo, com banheiro integrado.

24

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

Em cima da cama, essa janela incrível (foto abaixo). Parece um quadro, né?

11

O outro quarto de casal tem uma sacadinha com vista para o rio.

16

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

E o terceiro quarto comporta duas camas de solteiro. Fofíssimo!

29

A sala é super aconchegante e cheia de particularidades. O espaço conta com lareira (você pode levar lenha, ou comprar deles lá – custa R$ 15, um pacote bem grande). Também tem alguns jogos disponíveis, livros e um aparelho de vinil, com alguns discos.

Com todo o visual dessa sala, mais as músicas dos anos 70 e 80 tocando no aparelho, fomos transportados para outra época.

12

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

A cozinha é ampla, e conta com churrasqueira (ainda tem outra churrasqueira do lado de fora da casa).

46

47

34

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

A cozinha é integrada com a sala de jantar, que tem uma mesa grande.

15

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

A casa ainda conta com dois decks juntos à casa, um na entrada e outro nos fundos. Tem lugar tanto pra ver o nascer quanto o pôr do sol!

13

Depois da casa principal ter sido finalizada, vieram outros projetos.

Primeiro, uma casa na árvore (também chamado por eles de loft).

30

A casa na árvore

28

Por dentro da casa na árvore | Foto: divulgação Refúgio La Ventana

E também um deck suspenso nas árvores.

45

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

Ainda existem três novas “criações” que estão em andamento: uma pequena “arquibancada” bem junto do rio, um mirante no meio do terreno (pra observar o rio) e também uma oficina contêiner.

Natureza

La Ventana é um refúgio da vida cotidiana, em meio à natureza. Há pouco ou nenhum movimento de carros, o único barulho constante vem da correnteza do rio.

A propriedade fica junto ao Rio Tomé, e tem acesso privativo ao rio, que está disponível para banho e para pesca (lembre-se de levar o seu equipamento, caso queira realizar essa atividade).

69

Outra experiência única é admirar e fotografar o céu, que é super estrelado. Por não ter nenhuma construção próxima, a iluminação vem só da lua e das estrelas.

O animal mais comum da região é o gado, criado em praticamente todas as propriedades vizinhas – você vai ver alguns pelo caminho. Mas, com sorte, é possível avistar espécies selvagens, como lagarto, lebre, tatu, capivara, graxaim, veado e até onça-parda. Há, também, uma grande diversidade de pássaros.

6

Aviso aos lagartos!

Gastronomia

Os restaurantes mais próximos… ficam bem longe. E nem é preciso dizer que não há tele-entrega, né? 🙂

A casa não é uma pousada, por isso não há serviço de café da manhã ou quaisquer outras refeições. Então é necessário planejar o cardápio com antecedência para todo o tempo que você for ficar hospedado.

Também é possível combinar a compra de alguns dos alimentos produzidos pelos vizinhos, tudo feito de forma caseira e muuuito delicioso (e quase tudo orgânico). Eles produzem itens como ovos caipiras, leite fresco, queijo colonial serrano, pão, rosca de milho, doce de leite, sorvete e arroz doce (mas é necessário combinar com bastante antecedência as encomendas com a Giovanna).

19

Queijo colonial serrano | Foto: divulgação Refúgio La Ventana

Quando ir

Você aproveita esse espaço tanto no verão quanto no inverno. Nos dias quentes, o rio é perfeito para amenizar o calor e o sol convida para caminhadas ou até um pique-nique.

20

Que tal um pique-nique com as delicias da região? | Foto: divulgação Refúgio La Ventana

Já nos dias frios, a lareira e o fogão à lenha fazem companhia. Apesar do tempo frio e chuvoso, aproveitamos demais!

37814030_1929237330467262_8871546732786221056_n

Foto: divulgação Refúgio La Ventana

As locações pelo Airbnb

Originalmente a casa não foi idealizada ou construída pra ser alugada, era um espaço para ser aproveitado com a família e com os amigos. Mas, com o tempo, amigos começaram a comentar com amigos, que comentaram com amigos, e aí a casa passou a ser algo maior, mais gente precisava conhecer esse espaço.

Há pouco mais de um ano, o Refúgio foi colocado no Airbnb. As reservas não são automáticas (são feitas mediante consulta), assim eles têm a oportunidade de explicar para os interessados qual é a proposta da casa (que não é de luxo, e sim de conexão com a natureza).

É possível locar para pequenos eventos e celebrações, mas como a casa não tem muita estrutura para comportar um número grande de pessoas, é preciso verificar a possibilidade.

Se você também se apaixonou pela casa e quer ir se refugiar por lá, acesse esse link. 😉

32

Tem dicas de lugares incríveis no Rio Grande do Sul pra nos recomendar? Comenta aqui em baixo!

 

Posts relacionados

2 comentários

Deixe seu comentário! :)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.