Destinos no Brasil, Gastronomia, RS, Três Coroas
Deixe um comentário

Cinco motivos para visitar Três Coroas

Conhecida como cidade verde, Três Coroas é também uma cidade de espiritualidade, aventura, gastronomia e integração com a natureza. Ela está localizada na encosta da Serra Gaúcha, a 92 km de Porto Alegre e a 20 km de Gramado.

Já tinha ido outras vezes pra Três Coroas, mas só para visitar o Templo Budista ou pra fazer rafting com os amigos, voltando pra Porto Alegre no mesmo dia. Dessa vez, aproveitei o feriado do dia 7 de setembro que colou no final de semana, e decidi comemorar antecipadamente meu aniversário (que foi no dia 10) na pousadinha fofa recém-inaugurada por lá (vou falar sobre ela mais adiante).

Abaixo, listo algumas das principais atrações da cidade, um roteirinho perfeito para cumprir em um final de semana.

ou

Prefere passar apenas um dia por lá? Que tal um domingo em Três Coroas? Escolha duas opções dessas abaixo e você já vai ser muito feliz!

1 – Uma experiência zen no Templo Budista

O Templo Budista Chagdug Gonpa Khadro Ling é a principal atração de Três Coroas. É um passeio que deve ser feito com calma, para contemplar a sintonia entre as cores, a arquitetura, os sons e a natureza do local.

A entrada é gratuita e é proibido fumar lá dentro. Logo à direita da entrada, existe uma sala de vídeo que passa um filme (curtinho) explicando a história do local, é bem interessante. Você também pode assistir a ele aqui.

3

O local foi fundado em 1995, pelo mestre tibetano Chagdud Tulku Rinpoche, para a prática e estudo do budismo vajrayana.

Dentro do templo principal (prédio vermelho abaixo) você não pode fotografar. É lá que são feitas as cerimônias diárias. As pinturas são incríveis!

46

Pegamos um dia super ensolarado! Apesar de bastante cheio (já que fomos no meio de um feriado), é um lugar que emana tranquilidade.

Bandeiras de oração: as bandeiras são pedaços de tecido, nos quais são impressos mantras e preces. Elas são dispostas ao vento, com a intenção de espalhar bençãos para a região. 

2

Olha ela toda blogueirinha

O Chagdug Gonpa é lugar muito interessante para levar crianças, que podem conhecer toda a atmosfera de uma religião não tão conhecida por aqui.

1

Abaixo, mais fotos do templo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Templo abre de quartas a sextas, das 9h30 às 11h30, e das 14h às 17h. Nos sábados e domingos, o local está aberto das 9h às 16h30. Nas segundas e terças, está fechado ao público.

Aos domingos, o Khadro Ling costuma ter práticas de meditação abertas ao público, das 9h às 10h da manhã – recomenda-se chegar com 10 minutos de antecedência. Mais informações sobre a visitação e as celebrações estão disponíveis no site do Ghagdug Gonpa.

2 – Sossego e contato com a natureza na pousada Pra Lá do Templo

Descobri a pousada Pra Lá do Templo “zapeando” o Airbnb. (Já contei pra vocês que esse site esconde algumas casas incríveis, né?)

Foi essa cabaninha linda da foto abaixo que fez a gente decidir visitar Três Coroas nesse feriado. Quer lugar melhor que esse para comemorar um aniversário?

27

A pousada é novinha, tem apenas 4 meses de atividades, e somente três chalés. Ela fica localizada a cerca de 100 metros da entrada do Templo Budista. É um lugar para contemplar o silêncio e a natureza, e descansar bastante. (Mas ok, se você é “desses”, a cabana dispõe de Wi-Fi).

A dica que eu dou é: se ela estiver disponível, peça pela cabana 3 – é aquela da esquerda, a que fica mais afastada de tudo.

55

É uma delícia acordar com essa vista!

25

Por dentro da cabana

Abaixo, seguem mais fotos do chalé e do café da manhã.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O custo foi de R$ 220 por cada diária. Você pode reservar as cabanas pela página da pousada no Facebook ou pelo Airbnb (por aqui fica um pouco mais caro, por conta das taxinhas do site).

3 – Aventura e diversão na terra do Rafting

Privilegiada com as corredeiras do Rio Paranhana, Três Coroas faz do rafting uma das de suas principais atrações.

Dessa vez eu não fiz esse passeio, mas estive lá há algum tempo com meus amigos – essa é uma atividade perfeita pra juntar “a galera”. Eu tinha bastante medo de fazer, achava que era perigoso e violento, mas gente, é muito divertido e tranquilo!

b7abce1b3bf915e437736b4b0b83ebd5

Foto tosca de um dia legal

Logo no início do passeio, na cabeceira do rio, você avista a barragem das laranjeiras, onde fica a Usina de Geração de Energia do Canastra.

São seis empresas operando no Parque das Laranjeiras: a Raft Adventure (a que fizemos – custa R$ 60 por pessoa), a Eco Aventuras, a Central Sul Raft, a Extreme e uma fora do parque – a Brasil Raft Park (que tem um percurso 4 km mais longo).

No Parque das Laranjeiras você também encontra outros tipos de atividades, como tirolesa, paintball e rapel.

4 – Os sabores asiáticos do Espaço Tibet

O primeiro restaurante tibetano do Brasil está em Três Coroas. Fundado em 2011, o restaurante Tashiling nasceu do sonho de Ogyen Shak, um refugiado do Tibet que se dedica a divulgar ao povo brasileiro a sua cultura, hoje ameaçada de extinção. Aqui no Brasil, Ogyen conheceu sua esposa Adriana e, juntos, eles criaram o restaurante.

Em 2013, o Tashiling mudou de endereço e de nome, e se transformou no Espaço Tibet. O restaurante oferece diversos pratos da culinária tibetana e internacional, em um ambiente muito bonito e sofisticado.

39

É interessante reservar. Como fomos no feriado e não tínhamos reserva, ficamos esperando por cerca de 1h por uma mesa. Enquanto isso, tomamos um drink maaaravilhoso, um mix de várias frutas. Recomendo!

31

O restaurante indica uma entrada + uma salada + um prato principal a cada duas pessoas. Pedimos duas entradas e um prato (sim, não fomos fitness e deixamos de lado a salada) e, sinceramente, mesmo com as entradas, achei que o prato principal foi um pouco pequeno para o tamanho da nossa fome. Se você é comilão como nós, sugiro pedir um prato por pessoa.

Abaixo, seguem as fotos dos pratos e, no final, o cardápio do restaurante.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estava tudo muito gostoso e preparado com temperos surpreendentes (e olha que eu sou a loka do tempero). Super recomendo!

Depois do almoço, sugiro passar na lojinha que fica ao lado do restaurante. Lá você vai conhecer a Dechem, uma simpática ex-bancária que largou tudo pra viver uma vida mais zen em Três Coroas, ao lado do esposo nepalês. Além de um ótimo papo com a Dechem, lá você encontra itens e roupas incríveis, vindos direto da Ásia.

52

5 – A gastronomia caseira e o acolhimento familiar do Café das Fadas

Cansado dos cafés coloniais que só oferecem salgadinhos velhos e bolos cheios de merengue? Conheça o Café das Fadas!

A casa oferece um café colonial maravilhoso, com tudo bem no estilo caseiro, feito por lá, e atendimento super querido e familiar.

19

Nata + chimia é muito Serra Gaúcha <3

O café completo serve pães de fermentação natural, sopinha, cucas, ovos mexidos, geleias orgânicas, salame, queijo colonial, bolos, tubérculos fritos (tinha aipim e batata doce), pastinhas e diversas sobremesas. Abaixo, seguem as fotos de toda a comilança:

Este slideshow necessita de JavaScript.

O café para duas pessoas custa R$ 75, e inclui uma bebida, que pode ser café, suco, água ou vinho. Também existe a opção de almoço, com o prato do dia, ou você pode solicitar os itens do café à la carte.

Melhor aniversário, sim ou com certeza? <3

53

Tem alguma dica de viagens gostosinhas de final de semana pra nos indicar? Comenta aqui em baixo! 😉

Posts relacionados

Deixe seu comentário! :)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.