box exterior, Destinos no exterior, Jamaica
Comentários 6

Vá para a Jamaica!

A viagem que eu mais amei fazer até hoje foi para a Jamaica, no início de 2017. Esse país junta tudo que eu mais gosto quando procuro um destino de férias: ótimas praias, cultura marcante e gastronomia incrível. E, além de todas essas coisas, a atmosfera “Rástafari” do país é muito apaixonante.

A Jamaica me surpreendeu tão positivamente, que hoje em dia eu sou quase uma embaixadora do país entre os amigos. É o lugar que eu mais indico para quem me pede conselhos de viagem!

1885

Seven Mile Beach – Negril

Quando eu era mais “xóven”, tive uma fase hippie-reggae e o Bob Marley era meu super ídolo. Estar na terra do homem, depois de tantos anos, foi um agrado à Aline adolescente, que nem sonhava que um dia andaria pelas estradas jamaicanas ao som de Jamming e curtiria Port Antonio ouvindo Natural Mystic.

004

Frenchman’s Cove – Port Antonio

994

Frenchman’s Cove – Port Antonio

Depois de compradas as passagens, percebi a dificuldade de organizar essa viagem. A Jamaica ainda é um lugar pouco visitado pelos brasileiros e é um dos menos procurados do Caribe pelos turistas, então são poucas as informações disponíveis na internet. Então, se você chegou até aqui e tem interesse em visitar esse país incrível, vou te dar algumas dicas.

winni

Winnifred Beach – Port Antonio

Jamaica

A Jamaica é uma localizada no Mar do Caribe, perto de Cuba e da ilha de Hispaniola (onde fica a República Dominicana e o Haiti).

O país possui quase 3 milhões de habitantes e cerca de 1 milhão de pessoas vivem na capital e maior cidade, Kingston. Kingston está na costa sudeste, mas os lugares que visitamos ficam na ponta oeste (Negril), norte (Montego Bay e Ocho Rios) e leste (Port Antonio).

Informações gerais:

  • Brasileiros não precisam de visto para visitarem a Jamaica por até 90 dias, mas devem ter o passaporte válido e com página livre para o carimbo.
  • É obrigatória a vacina de Febre Amarela, registrada no certificado internacional de vacinação (se você ainda não tem esse certificado, faça a vacina em um posto de saúde e leve sua carteirinha de vacinação até a unidade da Anvisa mais próxima. Fazendo um pré-registro no site, o documento é entregue em poucos minutos.).
  • Existem dois aeroportos na Jamaica, em Montego Bay e em Kingston (a capital). Se você deseja fazer um roteiro pelo litoral, aconselho descer em Montego Bay.
  • A moeda oficial do país é o Dólar Jamaicano. A conversão é mais ou menos J$126 para cada US$1 (em 2018). Porém, não se preocupe muito com isso… o Dólar Americano é amplamente aceito, e a maioria dos restaurantes e hotéis aceitam cartão de crédito.
  • Os idiomas oficiais do país são o inglês e o patois, língua que geralmente os nativos falam entre si. O inglês jamaicano é tão difícil de entender como dizem por aí.
  • A voltagem é 110v.
  • O fuso horário é duas horas atrás do horário de Brasília.
  • As tomadas são do tipo A e B.
  • Na Jamaica dirige-se na esquerda (a temida mão inglesa).
  • O melhor período para visitar o país é de dezembro a junho, pois a ilha está na rota de furacões do Atlântico (que acontece de julho a novembro).

Como se locomover

Se quiser fazer como nós, e alugar um carro, veja as dicas abaixo.

Caso contrário, o país tem um sistema de aluguel de motoristas particulares, bem comum por lá. A principal empresa que presta esse serviço é a Juta Tours.

Outra maneira de percorrer a ilha é contratando os tours oferecidos nos hotéis. Geralmente existe um concierge de passeios, que oferece as opções aos hóspedes.

Percorrendo a Jamaica de carro

Fica a dica: faça como nós e alugue um carro para percorrer o país de ponta a ponta, passando por Port Antonio, Ocho Rios, Montego Bay e Negril. As quatro regiões são incríveis, e é muito legal perceber as nuances de cada estado (mas não esqueça do GPS). Algumas dicas:

  • Cuidado para não atropelar as cabras no meio do caminho. Parece mentira, mas elas atravessam até mesmo as grandes estradas!

849b3d13-8d99-48a2-b452-49f53da01ebb

  • Cuide, ainda, para que os trajetos não sejam à noite, e não confie na previsão de chegada do GPS, conte ao menos 30% a mais de tempo de viagem.
  • Faça uma playlist com muito Bob Marley e Peter Tosh para acompanhar você na estrada, as rádios não funcionam bem em todos os trajetos.

O que comer

Você vai ouvir falar muito que a comida jamaicana é apimentada demais, mas não foi a experiência que tivemos por lá, foram poucos os pratos realmente fortes.

A verdade é que nos apaixonamos pela culinária jamaicana, e aqui fica o convite para você se apaixonar também. Esses são os principais pratos típicos:

Jerk Chicken

Esse é o prato mais típico do país, você precisa provar o Jerk Chicken!

Em cada esquina da Jamaica você vê uma churrasqueira de Jerk Chicken (às vezes eles também servem a versão de porco). A carne é marinada em um molho super condimentado (cada estabelecimento tem o seu molho secreto), e depois preparada na churrasqueira.

1453

Nós gostamos muito! No mercado existem algumas marcas que vendem diversos tipos de molho Jerk. Nós compramos alguns, mas o Vinícius já desenvolveu sua própria receita. Jerk Chicken virou tradição lá em casa também. 🙂

Ackee & Saltfish

O ackee é uma fruta chamada ackee super típica na região, você vê várias árvores carregadas dela por lá. Mas cuidado, a fruta crua é tóxica.

2091

O ackee & saltfish (bacalhau) é um preparo onde eles cozinham a fruta e salteiam com o peixe e outros temperos. É um prato típico do café da manhã jamaicano.

1849

Curry Goat

Tem cabras (goat) por todos os lados na Jamaica, então também existe um prato típico com ela. A carne é preparada em um molho forte, cheio de especiarias, e geralmente é servida com arroz (com feijão, o típico acompanhamento do Caribe), e legumes.

1782

Patty

É como se fosse uma empanada, às vezes folheada e às vezes como um pastel assado mesmo. Pode ser recheada com com carnes, frutos do mar, vegetais, queijos, entre outras coisas. Existem estabelecimentos específicos no país, que vendem apenas isso, mas o salgado também é vendido na beira da praia.

876

Red Stripe

A cerveja local está por todos os lados. Você também encontra por lá a Red Stripe versão light.

Eu adoro essa cerveja, é a minha favorita da vida. (Será que é porque me faz lembrar desse lugar que amo tanto?)

1440

Three little birds

Some call it Marijuana

Se você quiser comprar maconha… você vai ter inúmeras oportunidades. Desde os trabalhadores dos hotéis até os ambulantes na beira da praia, tem muita gente oferecendo. Ah, o consumo é LEGALIZE.

1478

Pé de maconha plantado na beira da praia de Negril

E então, convenci você? 🙂

Para ler mais sobre Port Antonio, clique aqui e aqui.

Para ler mais sobre Negril, clique aqui.

Posts relacionados

6 comentários

  1. Oie, estou com a passagem comprada, 25/12/2018 estou na Jamaica 😍. Ficarei em Negril, mas estou querendo visitar toda a ilha, ficarei 15 dias. Alguma dica? 😊 Nika Medeiros.

    • Aline Rocha Machado diz

      Oi Nika! Tudo bem?
      Que legal! Tenho certeza de que você irá gostar muito da Jamaica! 🙂
      Se você não se animar a alugar um carro para conhecer a ilha, sugiro contratar uma empresa de turismo. Existem muitas por lá e no próprio hotel você encontra algumas indicações.
      Sobre Negril, não deixe de ir no Rick’s Café no final do dia, é muito bacana! Existem alguns ótimos restaurantes na cidade também, como o do hotel RockHouse, o Ivan’s e o Blue Mahoe.
      Ah, e não deixe de experimentar o Jerck Chicken, um clássico jamaicano.
      Se quiser tirar mais alguma dúvida, estou à disposição. Beijinhos e boa viagem! :*

  2. Camila diz

    Com certeza me convenceu, deve ser mto bacana. Também em minha adolescência, adorava o Bob! Somos da mesma época (86)!

Deixe seu comentário! :)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.